WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
novo uniao supermercados








junho 2024
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

drupal counter

:: ‘Atlético’

Com ajuda do goleiro rival, São Paulo vence o Atlético-MG e vira vice-líder

Globo Esportes

luisfabiano_futurapress_leandromartins

O São Paulo contou com a ajuda preciosa do goleiro Giovanni, do Atlético-MG, e com dois erros da arbitragem para vencer por 2 a 1, neste sábado à noite, no Morumbi, e sair para o recesso do Brasileirão para a disputa da Copa do Mundo de forma tranquila. O gol da vitória, marcado por Pabón, teve a contribuição decisiva do arqueiro do Galo, que não conseguiu segurar um chute não muito forte e rasteiro, em cobrança de falta. A infração, porém, não existiu. Antes, Dátolo havia virado para o Galo, mas teve o lance anulado por um impedimento inexistente. Logo após o apito final, Péricles Bassols Cortez foi cercado por jogadores do time mineiro, muito irritados. Luis Fabiano abriu o placar para o Tricolor, e Josué descontou para os visitantes.

Com o resultado, o São Paulo chega aos 16 pontos e está na segunda posição do Campeonato Brasileiro – ao menos até o término da rodada, neste domingo. Já o Atlético, que foi melhor em boa parte do confronto, permanece com 14, no sétimo lugar.

Agora, as duas equipes entram férias e só voltam a campo pelo Brasileirão no dia 16 de julho. O Tricolor pega o Bahia, na Arena Fonte Nova. Antes disso, fará preparação de 15 dias em Orlando, nos Estados Unidos, incluindo um amistoso, que marcará a estreia de Alan Kardec. Já o Galo disputará três partidas na China entre 19 e 29 de junho. O próximo compromisso na competição nacional será contra a Chapecoense, na Arena Condá.

Nos acréscimos, São Paulo busca empate contra Furacão em Uberlândia

Gazeta Esportiva

t_115871_rogerio-ceni-marcou-gol-em-penalti-sofrido-por-luis-fabiano-que-fez-o-outro-gol-do-time-paulista

Em um jogo bem disputado no Estádio Parque do Sabiá, em Uberlândia, o São Paulo buscou um empate por 2 a 2 diante do Atlético Paranaense, depois de ter saído perdendo e voltado a mostrar algumas falhas, especialmente no primeiro tempo. Com o resultado, a equipe paulista chega aos 13 pontos, caindo para a oitava posição. O Furacão, com 10 pontos, parou na 11ª colocação.

O Rubro-Negro abriu o placar aos 30 minutos do primeiro tempo, com Bady aproveitando corte errado de Douglas para tocar para o fundo das redes. Depois do intervalo, o Tricolor chegou ao empate aos 30 minutos, depois que Luis Fabiano sofreu pênalti e Rogério Ceni converteu para deixar tudo igual. Mas Cléo, aos 44 minutos, marcou o dele. Quando tudo parecia definido, Luis Fabiano, aos 46 minutos, fechou a contagem.

Na próxima rodada, o Atlético Paranaense enfrenta o Figueirense, domingo, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Já o São Paulo terá pela frente o Atlético Mineiro, sábado, no Estádio do Morumbi.

unimarc-modelo-4

Real Madrid faz do sofrimento goleada, vence Atlético e conquista La Decima

Gazeta Esportiva

t_115397_ainda-na-etapa-inicial-casillas-falhou-e-acabou-encoberto-por-cabeceio-de-godin-no-primeiro-gol-do-jogo-foto-franck-fife

Quando Godín abriu o placar aos 36 minutos do primeiro tempo, o torcedor do Real Madrid provavelmente coçou a cabeça preocupado. A tensão durou até os acréscimos do tempo regulamentar, quando o ídolo Sergio Ramos empatou e levou o jogo para a prorrogação. No tempo extra, a final da Liga dos Campeões da Europa gradativamente passou das cansadas mãos colchoneras para o intenso lado merengue: Bale marcou de cabeça, Marcelo ampliou e Cristiano Ronaldo deu o golpe de misericórdia fazendo 4 a 1. O maior campeão do Velho Continente levou mais uma taça.

Enfim, La Decima. Quando o zagueiro Fernando Hierro levantou a taça da Liga dos Campeões em 2001-02, a expectativa em Madri era que o ato se repetisse algumas vezes nas temporadas seguintes. Mas o maior vencedor da competição só voltaria a conquistar a Europa neste sábado, 12 anos depois. Pelas mãos do goleiro Iker Casillas, o Real Madrid finalmente volta a erguer a “orelhuda”, a taça mais cobiçada do continente.

Na reinauguração da Arena da Baixada, Corinthians vence o Atlético/PR de virada por 2 a 1

Futnet

t_114419_marcelo-comecou-bem-e-marcou-mas-nao-foi-suficiente-para-o-atletico-pr-vencer-em-casa-foto-gustavo-oliveira

Na “festa” de reabertura da Arena da Baixada, o Atlético/PR recebeu o Corinthians, em amistoso nesta quarta-feira, em Curitiba, e perdeu por 2 a 1 de virada. Não bastasse a derrota, o Furacão viu um dia cheio de problemas, com vaias, atrasos, confusão na entrada e ameça da partida não ocorrer.

Dentro de campo, a Arena abrigou a partida normalmente. Serão disputados quatro jogos da Copa do Mundo no estádio do Rubro-negro.

No início da partida, o atacante Marcelo abriu o placar e comandou o princípio de festa atleticana, aos 13 minutos de jogo. Vaias só apareciam quando o meia Jadson, do Timão e ex-Atlético, tocava na bola. Porém, quando o Corinthians virou o jogo com Luciano, aso 27 do primeiro tempo, e com Renato Augusto, aos nove do segundo tempo, os protestos começaram.

Os primeiros foram “Fora Portugal” (pedindo a saída do técnico Miguel Ángel Portugal) nas arquibancadas.

O jogo também serviu de estreia para o meia Elias, do Timão. Somente Gil e Petros, dos titulares, começaram a partida.

Internacional vira sobre Atlético-PR e alcança liderança provisória

Gazeta Esportiva

t_114038_pouca-participacao-de-rafael-moura-exemplificou-dificuldades-do-inter-em-durar-defesa-adversaria-foto-vinicius-costa

O Internacional sofreu, mas conseguiu vencer o Atlético-PR na noite deste sábado. Em partida válida pela quarta rodada, o Colorado teve bom primeiro tempo no Beira-Rio, mas desceu aos vestiários com o empate sem gols. Já na segunda etapa, após sair atrás no placar, conseguiu a virada e segurou o resultado para chegar a mais uma vitória no Campeonato Brasileiro.

Com este resultado, o Inter chega aos 10 pontos em quatro rodadas e sobe para a liderança do Campeonato Brasileiro. A posição, porém, é provisória, já que Corinthians e Cruzeiro ainda jogam neste domingo e podem ultrapassar o time vermelho. O próximo compromisso do Colorado é nesta quarta-feira, contra o Cuiabá, pela Copa do Brasil.

Já o Atlético-PR volta a tropeçar e chega a três rodadas sem vitória no Nacional. O Furacão estaciona nos quatro pontos e ocupa a 12ª colocação, mas deve perder o posto na sequência da rodada. A equipe volta a campo pelo Brasileirão para receber a Chapecoense no próximo dia 18, mas faz amistoso contra o Corinthians nesta quarta-feira para inaugurar a nova Arena da Baixada.

468x60_simonassi127

Inter tenta ser líder do Brasileirão em evento-teste do COL no Beira-Rio

Uol

Internacional-Vitoria-Foto-Ricardo-RimoliLancepress_LANIMA20140419_0153_43

O Internacional vai em busca da liderança do Campeonato Brasileiro neste sábado, às 18h30min, diante do Atlético-PR, no Beira-Rio. Para chegar ao topo da tabela, além de vencer o jogo válido pela quarta rodada, o Colorado precisa secar o Goiás diante do Palmeiras. E também torcer contra Corinthians e Cruzeiro – que jogam no domingo.

A partida que pode fazer o time de Abel Braga assumir a ponta do Brasileirão também terá outra importância. Servirá de evento-teste da Fifa e do COL (Comitê Organizador Local) para o Beira-Rio como sede de cinco jogos da Copa do Mundo.

Os testes não atenderam a todos os itens do chamado padrão Fifa. Com concessões em áreas como segurança e mídia, o teste vai centralizar suas ações no deslocamento de delegações e isolamento dos vestiários, túnel de acesso e zona mista.

Vencendo, o Inter chega a 10 pontos e então passa a secar os adversários diretos. O Goiás visita o Palmeiras no mesmo dia e horário e não pode ganhar. No domingo, a torcida será contra Corinthians – que enfrenta o São Paulo, e Cruzeiro – que pega o Atlético-MG.

Com gol de Moreno no final, time B do Cruzeiro vence Atlético-PR e lidera

Uol

03mai2014---cruzeiro-comemora-gol-de-empate-no-mane-garrincha-1399157686640_300x200

O time B do Cruzeiro soube aproveitar o fato de jogar o segundo tempo quase inteiro com um jogador a mais, por causa da expulsão do zagueiro Dráusio, logo no 1º minuto, para vencer, de virada, o Atlético-PR, por 3 a 2, na noite deste sábado, no Mané Garrincha, em Brasília. Marcelo Moreno, de cabeça, repetiu o que havia feito contra o Bahia e garantiu o triunfo cruzeirense. Dessa forma, a equipe celeste chegou aos sete pontos em nove possíveis, quebrou a invencibilidade do rubro-negro paranaense e assumiu a liderança. Como o Fluminense foi derrotado pelo Vitória, por 2 a 1, no Maracanã, o clube mineiro dorme na primeira colocação, mas pode ser superado com o complemento da rodada.

O rubro-negro paranaense, que por conta da punição imposta pelo STJD em relação a briga de seus torcedores e os do Vasco, na última rodada do Brasileiro passado, não pode jogar em Curitiba, tentava seu segundo triunfo nessa condição. E o time atleticano terminou o primeiro tempo em vantagem, com dois gols marcados em consequência de cobranças de laterais, mas, com um homem a menos não resistiu à pressão celeste.

O Cruzeiro terminou o jogo com três atacantes – Borges, Dagoberto e Marcelo Moreno –, além dos meias Marlone e Alisson. Já o Atlético-PR atuou na etapa final apenas se defendendo e tentando contra-ataques com Marcelo isolado na frente. A vocação ofensiva do técnico Marcelo Oliveira foi premiada com a vitória de virada.

Único brasileiro a seguir na Libertadores, o Cruzeiro, que visitará o San Lorenzo, na próxima quarta-feira, no jogo de ida pelas quartas de final, voltou a usar o time B, que já havia sido acionado na estreia, com vitória sobre o Bahia, por 2 a 1, em Salvador. A exemplo daquele jogo, Nilton e Marcelo Moreno fizeram gols, enquanto Souza completou o placar.

Já o Atlético-PR, um dos representantes do Brasil que ficou no meio do caminho do torneio continental, fortaleceu a equipe ao promover a volta do goleiro Weverton, que estava afastado. Na sua estreia, o rubro-negro paranaense havia batido o Grêmio, no Orlando Scarpelli, em Florianópolis e não conseguiu repetir o feito em Brasília.

468x60_simonassi127

Vasco bate Atlético-GO e conquista primeira vitória

Gazeta Esportiva

t_113343_o-vasco-conquistou-sua-primeira-vitoria-neste-sabado-ao-vencer-o-atletico-go-por-3-a-0

Ainda sem a presença da torcida, o Vasco venceu por 3 a 0 o Atlético-GO, neste sábado, em São Januário. O triunfo foi o primeiro da equipe carioca na Série B do Campeonato Brasileiro e diminui a pressão sobre a equipe, que vinha de um empate e uma derrota na competição. Já os goianos seguem sem vencer e nas últimas posições.

O Vasco começou bem a partida e abriu o placar logo no início, com Douglas, em cobrança de falta. Na etapa final, os cruzmaltinos decretaram a vitória com dois gols do lateral esquerdo Marlon.

Na próxima rodada, o Vasco vai receber o Oeste, no sábado, em São Januário. Esta partida também será com portões fechados. No mesmo dia, o Atlético-GO vai até Natal para enfrentar o América-RN.

Outros Resultados
Ponte Preta-SP 2 x 2 Luverdense-MT
Boa Esporte-MG 1 x 3 América-MG
Ceará-CE 2 x 2 Náutico-PE
América-RN 0 x 2 ABC-RN
Sampaio Corrêa-MA 2 x 2 Oeste-SP
Vila Nova-GO 0 x 1 Avaí-SC

Furacão busca segunda vitória diante de um Cruzeiro desgastado

r7

t_113221_atletico-pr-x-cruzeiro

Ainda longe de seus domínios, mas contando com a vontade de jovens jogadores buscando seu espaço na carreira, o Atlético Paranaense tenta sua segunda vitória no Campeonato Brasileiro ao encarar o Cruzeiro, neste sábado, às 18h30 (de Brasília), no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. A Raposa por sua vez, precisa conter a euforia – e o desgaste – pela classificação na Libertadores da américa e s concentrar na competição nacional.

Buscando a liderança, ou pelo menos seguir no G-4, com especial atenção para o período que antecede a Copa do Mundo, o Furacão quer sua segunda vitória e, para isso, o técnico Miguel Angel Portugal deve realizar modificações no time. Isso inclui a possibilidade de colocar novamente em campo o goleiro Weverton. Já Manoel, não viajou com o time e deve se despedir de forma litigiosa da Baixada. Pelo meio-campo, Felipe entra na briga por um lugar no time.

O meia, aliás, traça um paralelo entre as equipes, inclusive no jeito ‘mineirinho’ de ser. “O Cruzeiro é um time que vai brigar por título, com certeza. Manteve a base do ano passado e também porque chegaram jogadores para reforçar ainda mais o time. Mas, sem dúvida, coloco o Atlético Paranaense nessa lista. Confio no nosso grupo. Ano passado, também chegamos da mesma forma e beliscamos um lugar ali em cima. Então, este ano vai ser assim de novo. Vamos `comer quietinhos´ por fora, em busca nosso objetivo”, disse.
Com pouco tempo para armar a equipe e com o jogo contra os argentinos do San Lorenzo, pelas quartas de final da Libertadores já na próxima semana, o técnico Marcelo Oliveira vai escalar uma equipe reserva do Cruzeiro na capital federal. A ideia é poupar os principais jogadores visando a competição continental.

Quinto colocado na tabela do Brasileirão, o Cruzeiro prioriza claramente a Libertadores, mas o clube não quer abrir mão da competição nacional, entendendo que é importante somar pontos antes da parada para a Copa do Mundo. A Raposa trabalha com a possibilidade de conquistar as duas competições, por isso, mesmo poupando titulares, o pensamento é de vencer em Brasília.

Atlético bate Chelsea em Londres e vai à final após 40 anos

Terra

lopezcomemoraap

Quarenta anos. Foi o tempo que a torcida do Atlético de Madrid precisou esperar para ver seu time de volta à decisão da Liga dos Campeões da Uefa. Mas, por enquanto, valeu aguardar: a equipe espanhola venceu o Chelsea nesta quarta-feira, em pleno Stanford Bridge, em Londres, com atuação ofensiva de gala nos domínios ingleses, aplicando 3 a 1 e retornando à final do principal torneio europeu. E o rival será justamente seu arquirrival, o Real Madrid, que nesta terça também confirmou classificação.

O time colchonero foi impecável no estádio do Chelsea e conseguiu vencer, de virada, após empate sem gols no confronto de ida, em Madri, na semana passada. O resultado levou o Atlético de volta à decisão da Liga dos Campeões depois de exatas quatro décadas, uma vez que a equipe alcançou o último estágio do torneio na temporada 1973/74. Na ocasião, entretanto, os atleticanos foram superados pelo Bayern de Munique, que por sua vez foi eliminado pelo Real no certame deste ano.

Agora, Atlético e Real fazem a primeira final da história da Liga dos Campeões com dois times da mesma cidade. Os clubes de Madri se encaram no dia 24 de maio, no Estádio da Luz, em Lisboa.













comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia