WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
novo uniao supermercados








junho 2024
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

drupal counter

:: ‘CAIR’

Campeonato Brasileiro tem nove times com chances de rebaixamento

IG Esportes

tabela-brasileirao-2013

O triunfo do Atlético-PR sobre o Internacional impediu que o Cruzeiro dependesse apenas de uma vitória diante do Grêmio , no próximo domingo, no Mineirão, para conquistar por antecipação o título do Campeonato Brasileiro. Mas a taça ainda pode vir na 33ª rodada. Para isso, os mineiros precisam torcer por um tropeço do vice-líder.

Se perder ou empatar diante do São Paulo , domingo, na Arena Joinville, o Atlético-PR não terá mais como alcançar o Cruzeiro, caso bata o Grêmio, na classificação. Com isso, o time comandado por Marcelo Oliveira poderá festejar a conquista a cinco rodadas do fim.

Com a briga pelo título quase definida, esquenta cada vez mais a luta pela sobrevivência na elite do futebol nacional. De acordo com o site Infobola, do matemático Tristão Garcia, nove equipes ainda correm risco de preencher as três vagas restantes para a degola – o Náutico , goleado por 5 a 0 pelo Atlético-MG no último sábado, já está rebaixado.

Mesmo com pequenas probabilidades, Internacional e Corinthians , 11º e 12º colocados no Brasileirão, respectivamente, tem 2% de chances de cair.

Superado pelo rival Flamengo na rodada passada, o Fluminense viu crescer suas chances de ser rebaixado, com 47%. Uma derrota para o Corinthians , domingo, no Pacaembu, deixa a equipe treinada por Vanderlei Luxemburgo com risco de despencar para a vice-lanterna. Isso ocorre se oVasco empatar e Criciúma e Ponte Preta vencerem seus compromissos.

Veja abaixo as chances de rebaixamento, segundo o site Infobola:

Criciúma: 80%
Ponte Preta: 72%
Vasco: 54%
Fluminense: 47%
Bahia: 24%
Portuguesa: 11%
Coritiba: 8%
Corinthians: 2%
Internacional: 2%

Libertadores

Segundo o Infobola, nove equipes ainda têm chances de ir à Copa Libertadores de 2014. Atualmente, os quatro primeiros colocados se garantem no torneio continental, mas a zona de classificação pode sofrer alterações, para mais ou menos vagas, dependendo do vencedor da Copa do Brasil ou do rendimento do São Paulo na Copa Sul-Americana.

Além do Cruzeiro (99%), Atlético-PR (88%), Grêmio (72%), Botafogo (69%), Goiás (53%), Vitória (10%), São Paulo (7%), Santos (1%) e Flamengo (1%) brigam por vagas.

468x60_simonassi12

Guia: Timão tem mesma chance de cair que São Paulo; Timbu com 100%

Globo Esportes

Há quatro rodadas, seis pontos separavam o Corinthians da zona de rebaixamento. Não era uma distância das mais confortáveis, mas também não era tão desesperadora quanto a do seu rival São Paulo, que estava a um de entrar no Z-4. O risco do Timão disputar a Série B no próximo ano era de 3%, bem mais suave que os 25% dos tricolores naquele momento. A sequência de três empates e a derrota para o Grêmio, porém, empurraram o time do ameaçado técnico Tite para situação igual à vivida pelos comandados de Muricy Ramalho, que somaram três vitórias e um empate neste período. Agora, a chance do Corinthians cair é de 8%, exatamente a mesma do São Paulo. Os cálculos são do matemático Oswald de Souza.

Mesmo que distantes do sonho de conquistarem um lugar no G-4, ainda há 1% de chance para os dois paulistas. Mas nessa briga quem aparece mais vivo é o Goiás, que subiu de 8% para 14% de possibilidade de entrar no grupo que se classifica para a Libertadores de 2014. Com a derrota do Botafogo para o Vitória, os goianos diminuíram a diferença para os cariocas, mas seguem empatados com os baianos na pontuação: 43 pontos.

chances_clubes

Na luta pelo título, parece questão de tempo para o Cruzeiro elevar os 96,5% de chance para o nível máximo. Nas contas do matemático Oswald de Souza, o segundo colocado, Grêmio, só tem 2% de esperança de buscar o caneco. O Atlérico-PR tem 1%, e o Botafogo, quase sem possibilidade, está com 0,5%.

Na zona de rebaixamento, o matemático considera o Náutico rebaixado, mesmo que some todos os 27 pontos restantes, o que elevaria sua pontuação de 17 para 44 pontos. Até porque a zona de corte deve aumentar. Quem chegar a 43 pontos, terá 80% de possibilidade de cair. Somente com 47, 48, será possível garantir a permanência, segundo Oswald. E o Vasco, com a derrota, subiu o risco para 55%.

Público volta a cair na 7ª rodada do Campeonato Baiano

Por Luciano Pina
Foto Site do ECVC

141

A 7ª rodada do Campeonato Baiano voltou a registrar pouca presença de torcedores nas arquibancadas. Nas quatro partidas que aconteceram apenas 2.553 pagaram ingressos. O menor público foi registrado na partida Juazeiro e Bahia de feira que foi antecipada para a última quarta (20), no estádio Adauto Moraes, 365 pagantes. O maior foi no confronto Fluminense e Juazeirense, no estádio Alberto Oliveira que registrou 761 torcedores.

Confira renda e público
Fluminense 0 x 1 Juazeirense – Estádio Alberto Oliveira

Público 761 – Renda R$7.670,00
Vitória da Conquista 3 x 0 Jacuipense – Estádio Lomanto Junior
Público 732 – renda R$6.857,50
Atlético 2 x 1 Botafogo-Ba – Estádio Antônio Carneiro
Público 695 – Renda R$6.950,00
Juazeiro 0 x 0 Bahia de Feira – Estádio Adauto Moraes
Público 365 – Renda R$3.650,00

Risco de pelo menos um clube carioca cair é de 97%, garante matemático

Fonte: Globo Esportes

Não bastasse o jejum de três rodadas sem vencer no Campeonato Brasileiro, os clubes cariocas passarão a disputar a competição com a calculadora na mão. Isso porque o risco de pelo menos um time do Rio de Janeiro cair para a Série B neste ano é de 97%. Individualmente, o Fluminense lidera a “briga”, com 90%, seguido por Botafogo (43%) e Flamengo (17%) (assista ao vídeo ao lado sobre a situação dos clubes cariocas).

De acordo com o matemático Tristão Garcia, o Tricolor das Laranjeiras precisa apresentar “aproveitamento de ponta” se quiser escapar da degola. Faltando 17 jogos para terminar a competição, terá de fazer uma campanha parecida com a dos primeiro e segundo colocados Palmeiras e Goiás- que acumulam 63% e 60% de rendimento, respectivamente.

– O Fluminense terá 17 finais pela frente. Cada jogo deve ser encarado como o último. Para não ser rebaixado, este time precisa ganhar nove partidas e empatar quatro. O que dá 31 pontos em 51 disputados – analisou.













comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia