WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
novo uniao supermercados








junho 2024
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

drupal counter

:: ‘lutam’

Cinco times lutam contra três vagas na degola do Campeonato Brasileiro

Agência Futebol Interior

tabela-brasileirao-2013

Depois de São Paulo e Corinthians, mais um clubepraticamente se livrou do rebaixamento, após 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com a grande goleada sobre o Grêmio, por 4 a 0, neste domingo, o Coritiba viu suas chances de rebaixamento diminuírem de 16,9% para 5,6%, segundo os cálculos do site Chance de Gol.

Situação bem diferente do Náutico, que já está virtualmente rebaixado, com quase 100% de possibilidades de queda. O timealvirrubro pode ter sua queda decretada matematicamente na próxima rodada, caso não consiga vencer o Atlético-MG, no sábado, em Belo Horizonte.

As outras três vagas devem ficar limitadas a outros cinco clubes. Mesmo em ascensão, a Ponte Preta é quem mais está ameaçada com 83,2% de chances de cair. Outros dois clubes também estão em situação bem complicadas: Vasco (75%) e Criciúma (63,6%). Mais abaixo aparecem o Bahia, com 43,8%, e Fluminense (22,7%).

Depois do Coritiba, quem mais se aproxima deste G5 é a Portuguesa, que ostenta 3,2%. Em seguida aparecem Flamengo (1,5%), Internacional (0,6%), Corinthians (0,4%), São Paulo (0,1%) e Santos (0,04%).

O restante será mero coadjuvante na disputa. São os casos de Atlético-MG, Vitória, Goiás, Atlético-PR, Grêmio e Botafogo, todos com quase 0% de possibilidades. O Cruzeiro é o único que não tem mais chance de queda.

Veja os dez clubes com mais chances de rebaixamento:

— Náutico quase 100%
— Ponte Preta 83,2%
— Vasco 75%
— Criciúma 63,6%
— Bahia 43,8%
— Fluminense 22,7%
— Coritiba 5,6%
— Portuguesa 3,2%
— Flamengo 1,5%
— Internacional 0,6%

Após folia na Sapucaí, Vasco e Flamengo lutam por vaga na final

Globo.com

No domingo e na segunda-feira, a festa foi na Sapucaí. Jogadores de Vasco e Flamengo conviveram no sambódromo de maneira harmoniosa, curtindo o carnaval carioca e suas belezas. Mas, após mostrar samba no pé, chegou a hora de levar a folia de volta aos gramados. E o palco será o Engenhão. Na noite desta quarta-feira, às 22h (de Brasília), os clubes disputam uma vaga na final da Taça Guanabara e o direito de manter vivo o sonho do título. Em campo, a amizade fica de lado e a luta será para ver quem não irá atravessar o samba.

O Vasco chega com moral elevado na disputa. Na fase de grupos, o clube realizou campanha impecável, recebendo nota dez em todos os quesitos, já que é o único na competição a ter vencido todos os sete jogos disputados. Sob a batuta dos maestros Juninho Pernambucano e Felipe, o time comandado por Cristóvão Borges sabe que a hora de mostrar afinação é essa e quer comprovar o bom momento vencendo o maior rival, algo que não acontece há oito jogos – a última vitória foi no dia 22 de março de 2009.

O Flamengo demorou para engrenar. Nas primeiras rodadas o time usou apenas os reservas, enquanto o grupo titular desfilava na passarela da Libertadores. Depois, chegou Joel Santana, novo comandante para reger o Rubro-Negro. E aos poucos o time vai retomando a harmonia. Após confirmar a classificação na última rodada, os jogadores querem manter a hegemonia nos clássicos cariocas com a alegria dos “passistas” Ronaldinho Gaúcho e Vagner Love.

Gre-Nal decisivo: em fases opostas, Inter e Grêmio lutam pela semifinal

Globo Esportes

Em momentos diferentes, Inter e Grêmio duelam a partir das 22h desta quarta-feira de cinzas, no Beira-Rio, em partida é válida pelas quartas de final da Taça Piratini. Será como uma final antecipada do primeiro turno do Campeonato Gaúcho. O vencedor ganhará o direito de enfrentar quem sair do duelo entre Caxias e São José-RS.

Depois de dois dias de treinamentos fechados, o técnico Dorival Júnior descartou surpresa para o clássico. Irá manter a base do time, com a presença de Oscar. Respaldado pelo departamento jurídico, utilizará o meia-atacante no clássico. O jogador é alvo de disputa com o São Paulo, mas nos tribunais.

Pelo lado do Grêmio, a onda é de mudanças. Na espera por Vanderlei Luxemburgo, contratado para substituir Caio Júnior, o auxiliar técnico Roger será o comandante. Segundo o treinador provisório, não haverá mudanças drásticas na equipe. A tendência, no entanto, é por um esquema reforçado defensivamente.

Empolgados com feitos recentes, Paraguai e Venezuela lutam por final

Globo Esportes

De um lado, um Paraguai motivado por ter eliminado o favorito Brasil. Do outro, uma Venezuela empolgada com sua melhor campanha na história. Esse é o panorama para a segunda semifinal da Copa América, nesta quarta-feira, às 21h45m, no estádio Malvinas Argentinas, em Mendoza.

Campeão do torneio em 1953 e 1979, o Paraguai chegou para esta edição como um dos favoritos, ao lado de Brasil, Argentina e Uruguai. Ainda não venceu uma partida, é verdade, mas deixou para trás o futebol pentacampeão com um triunfo nos pênaltis. E é nisso que todos no time guarani se apoiam para tentar voltar a vencer e a conquistar uma edição do torneio sul-americano.

Carinhosamente chamada de Vino Tinto, a seleção Venezuela estará em “casa” nesta quarta-feira, já que Mendoza, palco do duelo, é a capital argentina do vinho. Embora já tenha motivo para comemorar com muitas garrafas, os jogadores querem mais. Chegar à final seria a consagração de um trabalho que vem desde 2007, quando o país sediou a Copa América e chegou às quartas de final.

16 times lutam pelo primeiro título nacional do ano, que garante uma vaga na Libertadores 2010

Fonte CBF

O objeto de desejo do futebol brasileiro no primeiro semestre, a Copa do Brasil, está na fase decisiva, com os jogos de volta das oitavas-de-final a serem realizados nesta semana. Americano, Atlético/MG, Atlético/PR, Corinthians, Coritiba, CSA, Flamengo, Fluminense, Fortaleza, Goiás, Icasa, Internacional, Náutico, Ponte Preta, Vasco da Gama e Vitória são os últimos 16 clubes ainda na disputa do troféu.

A Copa do Brasil 2009 é a 21ª edição de sucesso da competição idealizada no primeiro ano da gestão de Ricardo Teixeira à frente da CBF, em 1989. O torneio conta em seu início com a participação de 64 equipes de todos os estados do Brasil em busca do sonho de participar da Copa Libertadores da América, direito concedido ao campeão da Copa do Brasil. :: LEIA MAIS »













comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia