WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
novo uniao supermercados








maio 2024
D S T Q Q S S
« abr    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

drupal counter

:: ‘MAIOR’

Reinauguração do Joia registra maior público da 2ª rodada da Série D

Bahia Notícias

IMAGEM_NOTICIA_5

A reinauguração do Joia da Princesa trouxe um resultado positivo fora de campo para o Fluminense de Feira. A vitória do Touro por 3 a 1 sobre o Murici-AL, pela Série D, foi o maior público da segunda rodada entre todos os grupos da competição.

Um total de 5.443 pessoas presenciou a partida que levou o tricolor feirense à liderança do grupo A9 da Série D. Além disso, o clube teve também a maior arrecadação da rodada: R$ 107.900. Todos os dados foram fornecidos pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

De acordo com a entidade, 32 dos 34 jogos não atingiram nem duas mil pessoas nos estádios. Além do jogo do Flu de Feira, apenas uma partida
registrou público acima de cinco mil espectadores. No grupo A16, Linense-SP 2×4 PSTC-PR levou 5.116 pagantes.

Na Série D, o Flu de Feira voltará a campo neste domingo (26). O adversário será o lanterna Campinense, às 16h, novamente dentro de casa.

11990482_677264472375720_7526595543322411409_n1

Palmeiras supera Corinthians e tem maior renda do Brasileirão

Lancenet

575dd39faeff4

Não foi somente dentro de campo que o Palmeiras superou o rival Corinthians no último domingo. A partida registrou a maior renda do Brasileirão deste ano, com R$ 2,7 milhões (renda bruta) e o segundo maior público do torneio, com 39.935 torcedores, atrás apenas da partida entre Palmeiras e Flamengo, com mando dos cariocas, em Brasília, na rodada passada. Os dados são do Footstats.

Com o recorde de renda em uma partida, o Palmeiras soma agora o total de R$ 6.934,955 em quatro jogos, uma média de R$ 1,7 milhão por jogo. Com o valor, o clube supera o Corinthians em quase R$ 500 mil. Vale lembrar, que o Palmeiras jogou uma partida no Pacaembu contra o Grêmio, com renda de apenas R$ 525 mil, cerce de 30% menos que o normal no Allianz Parque.

O Corinthians caiu para o segundo lugar da lista, com renda bruta de R$ 6.460,360. O Timão tem uma média de R$ 1,6 milhão na Arena e, embora tenha levado mais torcedores do que o rival, cobra um valor menor de ingresso.

A diferença dos dois para os demais times do Brasileiro é imensa. O Flamengo, terceiro time que mais arrecadou, soma R$ 3 milhões em quatro partidas, menos da metade dos dois primeiros. Em quarto lugar está o líder do campeonato, o Internacional, que tem R$ 2,2 milhões de renda bruta em quatro jogos. São Paulo e Grêmio aparecem na sequência, mas com um jogo a menos como mandante. Os paulistas têm R$ 1,6 milhão e os gaúchos, R$ 1,2 milhão.

Dunga é o técnico com maior salário da Copa América

Globo Esportes

48846-2

O site “Finance Football” divulgou uma pesquisa que coloca Dunga como o dono do maior salário entre os 16 técnicos na Copa América Centenário. Segundo o levantamento, o técnico da seleção brasileira recebe € 225 mil (R$ 865,6 mil) por mês e fica logo à frente do alemão Jürgen Klinsmann, que comanda os Estados Unidos, com vencimentos mensais de € 191,6 mil (R$ 736,9 mil).

Os outros técnicos encontram-se em outro patamar. Tata Martino, da Argentina, e Ramón Díaz, do Paraguai, estão empatados na terceira posição da lista, com salários de € 150 mil (R$ 577 mil) por mês. Ex-treinador do São Paulo, Juan Carlos Osório, do México, tem o nono maior vencimento: € 87,5 mil (R$ 336,6 mil).

Do outro lado da relação, Oscar Ramírez, da Costa Rica, é quem menos recebe (€ 16,6 mil), atrás de Baldivieso, da Bolívia (€ 17,9 mil), e Marc Collar, do Haiti (€ 18 mil). Winfried Schäfer (Jamaica), Hernán Darío Gómez (Panamá), Noel Sanvicente (Venezuela) são outros treinadores com vencimentos abaixo dos € 500 mil (R$ 1,9 milhão) anuais.

Pesquisa aponta Fla com maior torcida do país; Timão é o mais odiado

Globo Esportes

untitled-1

O time com maior torcida do Brasil é o Flamengo. O time mais odiado do Brasil é o Corinthians. Essas constatações fazem parte de pesquisa realizada pelo Paraná Pesquisas. Trata-se da primeira pesquisa sobre o assunto feita por esse instituto. As respostas eram espontâneas.

Duas perguntas foram feitas pessoalmente a 4.066 entrevistados com mais de 16 anos entre março e abril deste ano, em 214 municípios de 24 estados: “Para qual time você torce?” e “Qual é o time que você mais odeia?” A amostra atinge um grau de confiança de 95% para uma margem de erro de 1,5%.

As respostas para a primeira pergunta seguem a tendência das últimas pesquisas de tamanho de torcida, com Flamengo (16,5%), Corinthians (13,6%) e São Paulo (7,9%) no pódio, seguidos por Palmeiras (5,6%) e Vasco (4,5%). A partir daí, os resultados divergem – o que é natural, já que são institutos diferentes, com metodologias diferentes.

Nesta pesquisa, o Cruzeiro aparece em sexto lugar, com 4% da torcida, seguido de Grêmio (3,3%), Santos (3,2%), Atlético-MG (2,8%) e Internacional (2,6%). O primeiro clube fora do eixo Rio-São Paulo-Porto Alegre-Belo Horizonte é o Bahia, com 1,8%. Está à frente de Botafogo (1,8%), Fluminense (1,6%) e Sport (1,5)%. Outros clubes foram citados por 10% dos entrevistados. Nenhum time estrangeiro foi citado.

A novidade desta pesquisa é o índice de rejeição de cada clube. E o Corinthians surgiu como o time mais odiado do país, com 14,6% das respostas, uma ampla vantagem para Flamengo (8,6%), Vasco (5,9%), Palmeiras (5,3%) e São Paulo (3,2%). Depois aparecem Atlético-MG (1,9%) e Cruzeiro (1,6%) em empate técnico, assim como Internacional (1,6%) e Grêmio (1,4%).

Chama atenção o que pode ser entendido como desinteresse do brasileiro por futebol ou, pelo menos, pelos times de futebol. A resposta mais citada para a pergunta “por que time você torce” foi “por time nenhum”, com 19,4%. Ao mesmo tempo, a pergunta “qual o time que você mais odeia” teve como resposta mais citada “gosto de todos os times”, com 46,9% das respostas – que também eram espontâneas.

11990482_677264472375720_7526595543322411409_n1

Público do estádio Edvaldo Flores foi o maior da rodada da Copa Governador

Por Luciano Pina
Foto Eliezer Oliveira

E2A0327

O público que compareceu no estádio Edvaldo Flores, na tarde do último domingo (1º), para assistir o jogo entre Vitória da Conquista e Colo Colo, pela Copa Governador do Estado foi o maior da rodada.

Confira o público e renda dos jogos
Juazeirense 3 x 1 Jacobina – Estádio Agnaldo Bento dos Santos

Público 32 – Renda R$320,00
Bahia 0 x 0 Bahia de Feira – Estádio de Pituaçu
Público 141 – Renda R$825,00
Fluminense 1 x 1 Vitória – Estádio Eliel Martins
Público 328 – Renda R$3.280,00
Vitória da Conquista 1 x 2 Colo Colo
Público 478 – Renda R$3.615,00

Confira os jogos de ida das semifinais
Bahia x Juazeirense
Fluminense x Bahia de Feira

BANNER_500x100

Público do jogo do Vitória da Conquista continua sendo o maior da Copa Governador

Por Luciano Pina
Foto Eliezer Oliveira

_E2A4990-1

Apenas 853 torcedores pagaram ingressos para asssistir as quatro partidas válidas pela segunda rodada da Copa Governador do Estado, que aconteceram no último final de semana. O maior público foi no confronto Jacobina e Fluminense.

Confira o público e a renda dos confrontos:
Jacobina 0 x 2 Fluminense – Estádio Eliel Martins

Público 418 – Renda R$4.180,00
Bahia 1 x 0 Vitória da Conquista – Estádio de Pituaçu
Público 144 – Renda R$875,00
Juazeirense 3 x 1 Vitória – Estádio Pedro Amorim
Público: 138 – Renda R$1.360,00
Bahia de Feira 2 x 1 Colo Colo – Estádio Eliel Martins
Público 155 – Renda R$780,00

O maior público da competição continua o da partida Vitória da Conquista e Bahia de Feira, no estádio Edvaldo Flores.

11990482_677264472375720_7526595543322411409_n

Palmeiras tem a maior média de público pagante no Brasileirão. Fla é o segundo

Globo Esportes

00b5104a-760f-458a-9674-1d52ea7dc9a5_torcida palmeirense

Apesar da campanha irregular no Campeonato Brasileiro deste ano, os números comprovam que o Palmeiras tem o apoio constante de sua torcida nas partidas com o mando de campo. Em nove jogos no Allianz Parque, o Verdão tem média de 33.890 pagantes, a maior da competição até a 16ª rodada.

No último domingo, o clube paulista estabeleceu o recorde de público em casa no Brasileirão, o que ajudou a aumentar ainda mais a média. A derrota por 1 a 0 para o Atlético-PR teve a presença de 38.794 pagantes na Arena Palmeiras. O recorde anterior em seu estádio era o da vitória por 1 a 0 no clássico contra o Santos, no dia 19 de julho, pela 14ª rodada.

Na lista de melhores médias de público do Brasileiro o Flamengo é o segundo, com 31.009 pagantes por jogo. Assim como o Palmeiras, o maior público do Rubro-Negro como mandante na principal competição do país também foi registrado na última rodada. Ao todo, 51.749 torcedores pagaram ingresso para assistir ao empate do time carioca com o Santos por 2 a 2, domingo, no Maracanã.

O Corinthians figura em terceiro no ranking, com média de 27.173 pagantes por jogo. O Timão atingiu o recorde de público como mandante no Brasileirão na vitória sobre o Atlético-MG por 1 a 0, no dia 18 de julho, na 14ª rodada. Justamente o Galo aparece em quarto, com 26.651 pagantes. Outro time paulista completa o top 5: o São Paulo, com média de 22.248 pagantes na competição.

16ª rodada registra a maior média de público pagante do Brasileirão

Globo Esportes

a_1

O Blog Numerólogos divulgou no último domingo que a 16ª rodada seria a de maior média de público pagante do Campeonato Brasileiro. Entretanto, faltavam a confirmação do número de torcedores que pagaram ingresso para assistir à vitória do Joinville sobre o Avaí por 2 a 0, na Arena Joinville, e ao empate sem gols entre Sport e Cruzeiro, na Arena Pernambuco.

Na noite desta terça-feira, a CBF publicou os borderôs das duas partidas e a média de 25.512 da 14ª rodada foi superada pelos 27.923 pagantes da última jornada. Destaque para Flamengo x Santos, no Maracanã, com 51.749 pagantes no jogo, que terminou em 2 a 2.

Atlético-MG x São Paulo registrou a segunda maior marca na rodada. Foram 45.392 pessoas que compraram ingresso para ver a vitória do Galo por 3 a 1, no Mineirão. A partida entre Palmeiras x Atlético-PR também teve uma boa presença de público. A Arena do Verdão recebeu 38.794 pagantes, mas os palmeirenses não saíram felizes do estádio, pois o time perdeu por 1 a 0.

468x60_simonassi127

Jogo do Vitória da Conquiste teve o maior público da 1ª rodada do Baiano

Por Luciano Pina

10968428_1407741552854664_5010923529552331960_n

O torcedor do Bode que festa com direito e ola e olé na vitória sobre o Bahia, na tarde deste domingo (1º), no estádio Lomanto Júnior, proporcionou o maior público da primeira rodada do Campeonato Baiano de 2015.

Na rodada dupla que aconteceu na tarde do último sábado (31), no estádio de Pituaçu, nos jogos Catuense e Colo Colo e Jacuipense e Juazeirense, o público foi de 516 para uma renda de R$5.610,00.

Na outra rodada dupla que foi realizada na tarde de domingo (1º), no estádio Alberto Oliveira, em Feira de Santana, envolvendo, Jacobina e Galícia, Feirense e Serrano, o público pagante foi de 906 para uma renda de R$9.420,00.

Para Vitória e Bahia de Feira, que jogaram no estádio do Barradão, o público presente foi de 4.365 para uma renda de R$29.027,00.

Já no confronto Vitória da Conquista e Bahia, que aconteceu no estádio Lomanto Júnior, 5.726 torcedores pagaram ingressos proporcionando uma renda de R$115.210,00 (não está incluso o sócio torcedor).

Para próxima rodada acontece no próximo final de semana com os seguintes jogos:
Sábado
18:30
Bahia x Jacobina
Domingo
16:00
Juazeirense x Feirense
Bahia de Feira x Catuense
Serrano x Vitória
Galícia x Vitória da Conquista
18:00
Colo Colo x Jacuipense

Copa do Mundo no Brasil já tem segundo maior público dos últimos cinco mundiais

Bahia Notícias

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.0nQ1JF0DlM

O público total nos estádios da Copa do Mundo de 2014 já superou 2 milhões de pessoas, de acordo com informações da Fifa divulgadas nesta quarta-feira (25). A taxa de ocupação das arenas foi de 98,3% neste que é o segundo melhor dos últimos cinco mundiais, com média de público de 50.972.

O primeiro lugar é ocupado pela Alemanha, em 2006, com um presença de 52.491 pessoas nos estádios. Ainda há mais de 4 mil tíquetes à venda.

Nos próximos dias, novos ingressos devem ser colocados à disposição devido à devolução por parte de torcedores de seleções eliminadas na primeira fase.













comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia