WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
novo uniao supermercados








maio 2024
D S T Q Q S S
« abr    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

drupal counter

:: ‘Rio’

Times tentam cativar público da Primeira Liga com promoção de ingressos

MSN

BBoFc8E.img

A novela sobre a Primeira Liga tem data para terminar: 27 de janeiro, quando começa o torneio, uma alternativa aos Estaduais e ao calendário da Confederação Brasileira de Futebol. Para cativar o público, lotar as arquibancadas e dar uma resposta política, as equipes apelarão para o bolso: pelo menos na primeira rodada, os ingressos contam com promoções raras para os estádios nos últimos anos.

O Criciúma abre a competição na quarta-feira, às 19h30, contra o Cruzeiro. Para comparecer ao setor de arquibancadas do Estádio Heriberto Hulse, o torcedor precisará pagar apenas R$ 20,00, preço baixíssimo em comparação aos bilhetes do restante da temporada. Há ainda os bilhetes de meia-entrada no valor de R$ 10,00.

Para o setor mais caro (as cadeiras), as entradas custarão R$ 120,00 (R$ 60,00 a meia) para os torcedores do clube catarinense.

Ainda na quarta-feira, mais dois jogos contarão com vantagens para o torcedor. Talvez no confronto mais aguardado da primeira rodada, o Atlético-MG receberá o Flamengo, às 21h45, sob a expectativa de um Mineirão lotado.

As vendas para o público geral começam na terça-feira sob o preço de R$ 40,00 para todos os setores do estádio; sócios Galo na Veia Prata pagam R$ 20,00.

Também às 21h45 da quarta-feira, o Internacional recebe o Coritiba no Beira-Rio. Os sócios-torcedores do clube colorado gastarão apenas R$ 10,00 nas arquibancadas inferiores e superiores. As cadeiras centrais são negociadas por R$ 20,00 cada entrada. A venda começa nesta segunda, a partir das 10h.

A exceção a esta regra ocorre em Avaí x Grêmio, marcado para quinta, às 21h45. Para faturar com a presença gaúcha no interior do estado, o clube de Florianópolis mandará o jogo na Arena Condá, em Chapecó. Para a geral, os bilhetes custam R$ 60,00. Os bilhetes para a social estão orçados em R$ 80,00 cada, enquanto as cadeiras estão em R$ 120,00.

Mesmo com os preços mais elevados, quem apresentar a carteirinha de sócio do Avaí levará vantagem. O Avaí deu o maior benefício possível para este tipo de torcedor: terá a catraca liberada, sem cobrança pelo ingresso.

Os outros dois confrontos válidos pela primeira rodada da Primeira Liga ainda não possuem planejamento para a venda de ingressos. Na quarta, o Fluminense recebe a partir das 19h30 o Atlético-PR no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. Um dia depois, às 19h30, o América-MG duela contra o Figueirense no Independência.

Confira a primeira rodada da Primeira Liga:

27 de janeiro
19h30
Criciúma x Cruzeiro
Fluminense x Atlético-PR
21h45
Internacional x Coritiba
Atlético-MG x Flamengo
28 de janeiro
19h30
América-MG x Figueirense
21h45
Avaí x Grêmio

Goleiro Neto, ex-Vitória da Conquista acerta com Rio Branco para o Paulista da Serie A2

Por Luciano Pina

3917_718762581559242_569023619662759549_n

O goleiro Neto, vice-campeão Baiano pelo Vitória da Conquista foi contratado pelo Rio Branco-SP, para a disputa do Campeonato Paulista da Serie A2.

Neto se apresentou no último sábado (2), e começou a treinar juntamente com o elenco. Além de Neto, o time conta com mais dois goleiros: Gilvan e Vinicius

A estreia do Rio Branco, no Paulista será contra o Santo André, no próxino dia 31, às 16 horas.

11990482_677264472375720_7526595543322411409_n1

Globo encaminha acordo para transmitir Primeira Liga, diz Gilvan

MSN

BBnZAMN.img

Ao que tudo indica, a dúvida quanto aos direitos de transmissão da Primeira Liga está bem próximo de chegar ao fim. Em entrevista ao LANCE! nesta segunda-feira, o presidente da Liga Sul-Minas-Rio, Gilvan de Pinho Tavares, confirmou que um acordo para que a Rede Globo transmita as partidas da competição está bem próximo de ser selado:

– A Globo vai assinar o contrato com a Liga Sul-Minas-Rio. Está praticamente tudo resolvido, e a competição vai começar no dia 27 (de janeiro).

O presidente do Cruzeiro afirmou que há poucos detalhes contratuais para acertar com a emissora. Uma reunião deve ocorrer no início de janeiro para selar o acordo.

A competição iniciará no dia 27 de janeiro, com 12 clubes, e terá sua decisão em 31 de março.

CBF pede prazo para dar resposta sobre realização da Sul-Minas-Rio

Globo Esportes

carrossel_liga_rio_sul_minas_524x567

Representantes dos clubes participantes da Liga Sul-Minas-Rio participaram nesta quinta-feira de uma reunião na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para tentar o seu apoio. Depois do encontro, dirigentes de Atlético-MG, Atlético-PR, Flamengo, Fluminense, Cruzeiro, Coritiba e Avaí saíram otimistas quanto à realização com o aval da CBF, apesar de a entidade ter pedido um prazo de dois dias para dar uma resposta. Para o executivo-chefe da Liga, Alexandre Kalil, a competição deve nascer com a chancela.

– A reunião foi surpreendentemente espetacular. A Liga está formada, e temos que colocá-la em cinco ou seis datas no primeiro semestre. O problema era político, não jurídico. O assunto está na rua, é legal e histórico, então o presidente (da CBF, Marco Polo Del Nero) ficou de me comunicar (a resposta). Ele falou que está de acordo, que é um avanço – disse Kalil, explicando como cuidará do torneio. – Vou tomar conta da Liga, ou seja, trabalhar e vender esse produto. Os clubes passam por um momento difícil, e a Liga é um passo histórico e definitivo.

O secretário-geral da CBF, Walter Feldman, mostrou-se menos empolgado que o ex-presidente do Atlético-MG, mas acredita que Del Nero veja com bons olhos a ideia da Copa Sul-Minas-Rio.

– Ele recebeu a documentação e a confecção da competição, comprometendo-se a estudar em conjunto com a área jurídica para se posicionar. Foi uma reunião muito tranquila. O presidente reconhece que existe uma experiência boa com a Copa do Nordeste e com a Copa Verde. Nós temos que evitar o conflito que muitas vezes acontece, por isso nos colocamos à disposição. É cedo dizer que será aprovado, mas ele vai estudar em conjunto com alguns departamentos.

Os presidentes de Flamengo e Fluminense ressaltaram mais uma vez a necessidade de os clubes se unirem, criticando mais uma vez o modelo dos estaduais.

– Entregamos os estatutos e o pedido de autorização da CBF. A recepção foi ótima. É a criação de um instrumento para valorizar o futebol, e ela (CBF) prometeu dar a resposta em 48 horas. O presidente pediu o prazo, mas não existe nada que possa impedir esse projeto. Não queremos substituir os estaduais. (A Liga) será jogada paralelamente, e Flamengo e Fluminense optaram por jogar o estadual com times mistos. Em 2016, ele não é prioridade para o Flamengo. Vamos disputar porque somos obrigados, então precisamos lutar pelos nossos valores – disse Eduardo Bandeira de Mello, mandatário rubro-negro.

Peter Siemsen, do Tricolor, ainda lembrou do potencial econômico do torneio.

– É bom ver os clubes unidos trabalhando para melhorar o futebol. O foco era falar com o presidente. Ele (Del Nero) gostou porque existe uma união entre os clubes. Ele me pareceu muito favorável. Podemos trabalhar com a TV, pois são jogos com apelo. Está todo mundo empolgado com a competição.

A Liga Sul-Minas-Rio conta com 15 clubes: América-MG, Avaí, Atlético-MG, Atlético-PR, Chapecoense, Coritiba, Criciúma, Cruzeiro, Figueirense, Fluminense, Flamengo, Internacional, Joinville, Grêmio e Paraná. A primeira edição, no entanto, contaria apenas com 10 participantes – Paraná e América-MG, que se filiaram por último, se juntariam a Chapecoense, Criciúma e Joinville, o grupo que ficaria fora em 2016.

Após eliminação, Vasco chega ao Rio sob gritos de “time sem vergonha”

Globo Esportes

vasco06

A paciência do torcedor já havia acabado no sábado, quando o Vasco foi goleado por 5 a 0 para o Avaí, em São Januário. A pressão nas arquibancadas e o resultado vexatório fizeram com que Adilson Batista deixasse o cargo de técnico. Na manhã desta quarta-feira, após a eliminação para o ABC da Copa do Brasil, quatro torcedores compareceram ao aeroporto do Galeão para protestar. Sob gritos de “time sem vergonha” e “vamos jogar”, a delegação desembarcou às 6h40. Acompanhados de seguranças, os jogadores e o diretor de futebol Rodrigo Caetano não quiseram dar declarações e foram direto para o ônibus.

Os primeiros a aparecerem foram Douglas e Rodrigo. O camisa 10 foi expulso na derrota por 2 a 1 na Arena das Dunas, e o zagueiro acabou se desentendendo com o goleiro reserva Jordi após o término do confronto. Apesar de não ter comprometido contra o ABC e ter realizado boas defesas, Diogo Silva escutou gritos de “goleiro frangueiro”.

Os torcedores questionaram a derrota de sábado, para o Avaí.

– Onde já se viu perder de cinco para o Avaí. Isso é Vasco. Vamos jogar! Se não subir, já sabem! – gritava um dos torcedores.

Após o pequeno tumulto, o presidente Roberto Dinamite passou pelo saguão, mas também não falou com a imprensa.

O maior objetivo do Vasco agora para amenizar a crise é voltar ao G-4 da Série B. Ao ser derrotado para o Avaí, o time caiu para o quinto lugar. Mas tem apenas um ponto a menos do que o quarto colocado, Joinville.

O próximo compromisso é contra o América-MG, vice-líder, sábado, no Independência. A partida será realizada às 16h10 (de Brasília). No primeiro turno, as duas equipes empataram em São Januário por 1 a 1.

Com provocação de flamenguistas, Atlético-PR desembarca no Rio

Globo Esportes

desembarque1

Os jogadores do Furacão desembarcaram no Aeroporto Galeão, no Rio de Janeiro, no começo da tarde desta terça-feira, com provocação de flamenguistas e assédio da imprensa. Eles, que tinham saído de Curitiba com festa da torcida atleticana, viajaram ao lado de aproximadamente dez torcedores do clube carioca. Enquanto o meia Paulo Baier dava entrevista para a imprensa, os rivais provocaram:

– Vai perder! Aposenta, Paulo Baier – gritavam os flamenguistas.

A chegada do Furacão teve um pelotão de jornalistas – mais de 30 profissionais, contando repórteres, cinegrafistas e fotógrafos – e apenas dois atleticanos. O diretor de futebol Antônio Lopes e o presidente Mario Celso Petraglia, primeiros a passar pela imprensa, não quiseram dar entrevista. O técnico Vagner Mancini e a maioria dos jogadores também não falaram.

O único a conceder entrevista foi o meia Paulo Baier, que comentou sobre como o time deve entrar em campo, em jogo marcado para 21h50m (horário de Brasília) de quarta-feira, para sair do Maracanã com o título da Copa do Brasil: – Primeiramente, tem que jogar bem. Se a gente jogar bem, consegue buscar o título, que vai ser importante para todos nós, jogadores, comissão técnica e clube. A gente sabe das dificuldades, mas a gente acredita muito. Jogando fora de casa, em um campo bom, a gente está confiante para buscar esta vitória.

O jogo do Atlético-PR contra o Fla está marcado para 21h50m de quarta-feira, no Maracanã. Quem vencer será campeão. O empate sem gols dá o título aos cariocas. O 1 a 1 leva a disputa para os pênaltis. E empate com dois ou mais gols beneficia o time paranaense.

Sem Maracanã, Flamengo joga três partidas longe do Rio de Janeiro

Terra

manoapontamauropimentelterra

Sem acordo com o Consórcio Maracanã S.A., o Flamengo vai jogar três de seus mandos de campo em Brasília, no Estádio Mané Garrincha. O clube rubro-negro carioca viaja no dia 5 de julho e só retorna à cidade no dia 18.

O grupo enfrenta o Coritiba pelo Campeonato Brasileiro, no dia 6 de julho, no Mané Garrincha, em Brasília, e em seguida voa para Maceió. Depois, viaja até Arapiraca, onde joga contra o ASA, pela Copa do Brasil. De Alagoas o grupo volta para a capital federal, onde enfrenta o Vasco da Gama, no dia 14 de julho, pelo Brasileiro e o ASA de Arapiraca, no dia 17 de julho, no jogo de volta pela Copa do Brasil.

O meia-atacante Gabriel lamentou não poder jogar no Maracanã e se disse conformado em jogar no Mané Garrincha. “Todo mundo quer usar e jogar no Maracanã. Ainda mais sabendo que é a casa do Flamengo. Mas como ainda não tem condições, não podemos reclamar. O estádio em Brasília é excelente. Todos sempre querem jogar no Maracanã, mas como não tem condições, o de Brasília está muito bom”, disse o atleta.

Para o jogador. as constantes viagens não chegam a ser um problema. Gabriel ainda lembrou o fato da equipe ser bem recebida quando joga na capital federal. “Na minha opinião, as viagens não desgastam em campo. Quando você entra focado, dando o melhor, não atrapalha em nada. Sabemos que o Fla joga em casa em qualquer lugar. Eu me senti muito bem jogando lá e fomos sempre bem recebidos”, finalizou.

Ferj vai tentar que a final da Taça Rio seja disputada no Maracanã

Globo Esportes

rubenslopes_raphaelzarko

O público do Rio de Janeiro pode ter de volta o Maracanã como palco dos jogos de seu campeonato estadual ainda na edição 2013 do Campeonato Carioca. Pelo menos é esse o desejo da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj). Neste domingo, em entrevista à Rádio Tupi, o presidente da entidade, Rubens Lopes, revelou que vai tentar que a decisão da Taça Rio, marcada para o dia 5 de maio, seja disputada no estádio. A reabertura do Maracanã será no próximo sábado, 27 de abril, num amistoso entre Amigos de Bebeto e Amigos de Ronaldo.

– Nós já manifestamos a nossa intenção ao secretário de Esporte (e Lazer), André Lazaroni, e ficamos de nesta semana, depois do feriado, para saber se essa ideia é viável. Ele já tem conhecimento da nossa intenção e não vejo nenhum impedimento no que diz respeito ao Comitê Organizador Local (da Copa) e à Fifa. No Mineirão, já aconteceu um Atlético-MG x Cruzeiro, na Arena Fonte Nova, um Ba-Vi, e o Castelão está entregue aos jogos regulares. Eu penso que o Maracanã, que vai ter condições de abrir o primeiro jogo-teste com 20 mil pessoas, no outro teste a Fifa recomenda até um número maior, não vejo por que não fazermos um jogo-teste com dezenas de milhares de pessoas que não sejam os torcedores, que estão ávidos para voltar ao Maracanã – declarou.

O presidente da Ferj revelou ainda que vai tentar que o estádio seja usado pelo Fluminense, no jogo de volta pelas oitavas de final da Libertadores, contra o Emelec, marcado para 8 de maio. – Também estou postulando que o Fluminense jogue a partida de volta da Libertadores no Maracanã. É jogo de uma torcida só. Poderia muito bem também ser jogado no Maracanã o próximo jogo aqui no Rio de Janeiro – contou o presidente.
Semifinais da Taça Rio

Rubens Lopes informou ainda datas e horários das duas semifinais da Taça Rio, que serão disputadas no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. No sábado, às 18h30m, o Botafogo mede forças com o Resende. No domingo, às 16h, o Fluminense encara o Volta Redonda.ao Maracanã – declarou.

Flamengo abre disputa da Taça Rio diante do Resende

Agência Estado

Treino-Flamengo-Foto-Andre-PortugalLANCEPress_LANIMA20130312_0103_48

Time com melhor pontuação na fase de classificação da Taça Guanabara, embora tenha sido eliminado na semifinal diante do Botafogo, o Flamengo estreia nesta quarta-feira como favorito na Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca, em jogo contra o Resende.

O jogo será disputado no Engenhão, às 22 horas, o que dificultará o regresso de vários torcedores para casa, além de afastar tantos outros que gostariam de um horário mais aceitável para ver a partida.

Como os clubes não têm ingerência nessa decisão – a emissora detentora dos direitos de transmissão define os horários e os comunica à Federação de Futebol do Rio -, o Engenhão deve receber em torno de oito mil pessoas, público que é considerado desprezível para jogos do Flamengo.

O Flamengo vai ter duas modificações para a estreia na Taça Rio, em jogo isolado nesta quarta-feira – o restante da primeira rodada será no fim de semana. Na zaga, entra Alex Silva na vaga de Wallace. E no meio, Carlos Eduardo, badalado reforço que vinha de atuações irregulares, cede a vez para Rodolfo.

Governo do Rio envia projeto para liberar bebida na Copa

Agência Estado

O governo do Rio enviou à Assembleia Legislativa do Estado (Alerj) projeto de lei que libera a venda de bebida alcoólica no Maracanã durante a Copa das Confederações de 2013 e a Copa do Mundo de 2014. Em 20 de novembro, o Estado de Pernambuco aprovou liberação semelhante, atendendo desejo da Fifa.

Segundo o texto enviado pelo governo do Rio, não se aplicam às duas competições as normas estaduais que restringem o consumo de bebidas alcoólicas, salvo as proibições destinadas a pessoas menores de 18 anos. “As regras e os critérios relativos ao consumo e comercialização de alimentos, bebidas e produtos nos locais oficiais de competição serão definidos exclusivamente pela Fifa”, diz o projeto.

Outro ponto do texto é que não vão valer as normas estaduais de meia-entrada. “O preço dos ingressos será determinado pela Fifa, não se aplicando as normas referentes a redução de preço, meia-entrada e reserva de quantidade absoluta ou porcentual de ingressos para quaisquer categorias de pessoas”.

A Lei Geral da Copa, aprovada em maio no Congresso e sancionada em junho pela presidente Dilma Rousseff, prevê meia-entrada para estudantes, idosos com mais de 60 anos e beneficiados por programas federais de transferência de renda, como o Bolsa Família. Mas a legislação federal deixou para cada Estado decidir se irá liberar a venda de bebidas alcoólicas nos estádios durante os eventos da Fifa.













comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia