WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
novo uniao supermercados




abril 2024
D S T Q Q S S
« mar    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

drupal counter

:: ‘Times’

Serie A: Após 62 rodadas, nenhum dos 12 grandes está na zona de rebaixamento

Uol

imgS620I177427T20160703210501

A vitória do Botafogo sobre o Santa Cruz foi um marco para os 12 grandes clubes do futebol brasileiro: após 62 rodadas e quase dois anos, pela primeira vez nenhum deles está na zona de rebaixamento.

A última vez que isso havia ocorrido foi na 21ª rodada do Brasileiro de 2014, no dia 14 de setembro, quando Bahia, Vitória, Coritiba e Criciúma eram as equipes da zona de rebaixamento. Depois, naquele ano, o Botafogo entrou e não saiu mais.

Em 2015, o Vasco foi da quinta quarta até o final na zona da degola. Antes, nas quatro primeiras rodada daquele ano, Flamengo, Cruzeiro, Grêmio e Inter haviam passado por ali.

Este ano, nas 12 primeiras rodadas do Brasileiro, Botafogo, Cruzeiro e Atlético-MG passaram pela zona de rebaixamento.

Flu de Feira é o quinto melhor clube da Série D e Galícia amarga à penúltima posição

Bahia Notícias

IMAGEM_NOTICIA_5

Após três rodadas de realização, o Campeonato Brasileiro da Série D chega ao final dos jogos de ida da primeira fase e traz marcas importantes para o futebol baiano na temporada. Fluminense de Feira, Juazeirense e Galícia vivem situações distintas na competição, que reúne 68 equipes de todo o Brasil na luta por uma vaga na terceira divisão nacional.

Com nove pontos em três jogos, o Altos do Piauí desponta como o melhor time da competição. Única equipe com 100% de aproveitamento, o Jacaré tem também o melhor ataque do torneio com 12 gols marcados e apenas um gol sofrido no torneio. Já entre os baianos, o mais bem colocado é o Flu de Feira com sete pontos ganhos, três gols de saldo e seis tentos marcados. Além do Touro, mais sete equipes também se encontram com a mesma pontuação, diferenciando-se apenas pelo saldo de gols e tentos marcados.

Depois de conseguir o seu primeiro triunfo no torneio, a Juazeirense se encontra entre as 14 equipes com quatro pontos ganhos. Por conta do saldo de -1 e com quatro gols marcados, o Cancão de Fogo é o 40º lugar no geral ao lado de equipes como Nacional de Manaus, Desportiva Ferroviária e Itabaiana.

Na parte de baixo da tabela, o Galícia carrega uma marca indigesta na atual edição da Série D. Com zero pontos, o Granadeiro é o 67º lugar e se diferencia do Serra Talhada-PE e Goianésia-GO apenas nos critérios de desempate. Com -8 de saldo, os baianos superam o Azulão do Vale por um gol e ficam atrás da Laranja Mecânica do Sertão pernambucano por dois tentos.

SÉRIE B: Quatro times brigam pela liderança na rodada cheia pela 9.ª rodada

Futebol Interior

728x487

A liderança do Campeonato Brasileiro da Série B está concorrida e pode ter novo dono nesta terça-feira, quando serão realizados os dez jogos da nona rodada. Empatados na pontuação, Vasco da Gama e Atlético-GO têm como concorrentes Bahia e Náutico. A briga pela zona de rebaixamento também promete ser boa.

Após perder a invencibilidade no último sábado ao ser derrotado pelo Atlético-GO, o Vasco estacionou nos 19 pontos e tem mais um confronto direto nesta terça, quando recebe o Náutico em São Januário. Embalados por três vitórias seguidas, os pernambucanos estão em quarto lugar, com 16 pontos.

Na vice-liderança, com a mesma pontuação que o Vasco, o Atlético-GO enfrenta o Joinville – 14º colocado, com nove – na Arena Joinville. Quem também briga pela ponta é o Bahia – 3º, com 17 -, que busca a quarta vitória seguida contra o Criciúma no Heriberto Hülse. O time catarinense tem 13 pontos e está em sexto lugar.

Contratado para substituir Enderson Moreira, Léo Condé assume o Goiás na 17ª posição, com seis pontos, e faz sua estreia diante do Paraná, em Curitiba. O adversário – 13º, com dez – será comandado de forma interina por Fernando Miguel, pois Claudinei Oliveira foi demitido nesta segunda-feira após a goleada sofrida para o Náutico por 5 a 1. Pela primeira vez com Gilmar Dal Pozzo no banco de reservas, o Paysandu recebe o Avaí na Curuzu. Os paraenses têm seis pontos, na 18º colocação. Já o time catarinense é o 12º, com dez.

Em um confronto direto contra o rebaixamento, o Vila Nova, ainda sob comando interino de Cuca, recebe o Sampaio Corrêa – 19º colocado, com quatro pontos -, no Serra Dourada. O time goiano tem sete e é o 16º. Na lanterna, com apenas três pontos, o Tupi recebe o Luverdense no Estádio Mário Helênio. Após vencer o Ceará, o time mato-grossense chegou aos 12 pontos e é o nono colocado.

Buscando a reabilitação para não se distanciar do G4, o Ceará – 7º, com 13 – recebe o Brasil de Pelotas na Arena Castelão. O time gaúcho tem um ponto a mais e é o quinto colocado. Outros dois jogos serão realizados nesta terça. Em Maceió, o CRB – 8º, com 12 – enfrenta o Bragantino, que têm oito pontos e é o 15º colocado. Na Arena Barueri, o Oeste recebe o Londrina. Os dois times estão empatados com 12 pontos.

Faltando apenas uma rodada, nove times disputam cinco vagas na segunda fase do municipal

Da Redação

Maru e Ponte Preta fizeram a final no ano passado

Maru e Ponte Preta fizeram a final no ano passado

Faltando apenas uma rodada para terminar a primeira fase do Campeonato Municipal de Futebol, nove equipes disputam cinco vagas na próxima fase: Grêmio (09), Brasil (08), Ponte Preta (08), Moicana (08), Kadija (08), Botafogo (08), Beira-Mar (07), Íris Sport e Vila da Conquista (05). Simonassi (04) e Vila Nova (03), brigam para não cair

O Brasil joga contra o Moicana. Se vencer passa à próxima fase. Perdendo ou empatando vai torcer por combinações de resultados. O mesmo vale para o Moicana.

O Kadija mede forças com o Simonassi. Se vencer passa à próxima fase. Perdendo ou empatando vai torcer por combinações de resultados. Já o Simonassi tem que vencer para não ser rebaixado para a sgundona.

A Ponte Preta duela contra o Íris Sport. Se vencer passa à próxima fase. Perdendo ou empatando vai torcer por combinações de resultados. O Íris tem que vencer (se possível de goleada) e torcer por varias combiçaões de resultados. O time além de ter chance de classificação, ainda corre o risco de ser rebaixada.

O Botafogo encara o Vila da Conquista. Se vencer passa à próxima fase. Perdendo ou empatando vai torcer por combinações de resultados. Já o Vila tem que vencer (se possível de goleada) e torcer por varias combiçaões de resultados. O time além de ter chance de classificação, ainda corre o risco de ser rebaixada.

O Grêmio enfrenta o Beira-Mar, se vencer ou empatar estará classificado. Se perder dependerá de outros resultados, O Beira-Mar classifica com uma vitória.

Santos (14), Maru (14) e Vitória da Conquista (11) já estão garantidos na próxima fase. Enquanto o Vila Nova (03) precisa vencer o Maru para não cair .

Confira os jogos da última rodada
Sábado (04/06)

15:45
Moicana  x Brasil
17:45
Simonassi   x Kadja
Domingo (05/06)
08:45
Marú   x Vila Nova
10:45
Iris Sport   x Ponte Preta
Sábado (11/06)
15:45
Santos   x Vitória da Conquista
17:45
Botafogo   x Vila da Conquista
Domingo (12/06)
09:45
Grêmio x Beira Mar

COPA DO BRASIL: Já são 13 times classificados na 3.ª fase

Futebol Interior

728x355

A Copa do Brasil já tem 13 clubes classificados para a terceira fase. Mais seis clubes carimbaram suas vagas, nesta quarta-feira à noite, com dois potenciais favoritos sendo eliminados em casa: o Flamengo caiu diante do Fortaleza e o Bahia ficou fora perdendo para o América Mineiro. Para estes dois acabou o sonho de chegar ao título e garantir uma vaga na Copa Libertadores da América de 2017.

Entre os clubes que continuam de olho no título estão três paulistas, dois cariocas, dois cearenses, dois mineiros e quatro de outros Estados.

Confira a relação completa:

Bragantino, Ponte Preta e Santos (São Paulo);

Fluminense e Vasco (Rio de Janeiro);

Ceará e Fortaleza (Ceará);

América e Cruzeiro (Minas Gerais);

Atlético-PR, Botafogo-PB, Chapecoense e Santa Cruz-PE.

Confira os resultados da 2ª rodada
Vasco-RJ 1 x 1 CRB
Atlético-PR 5 x 0 Dom Bosco
Chapecoense-SC 2 x 0 Paraná-PR
Botafogo-PB 1 x 0 River-PI
Bahia-BA 0 x 1 América-MG
Flamengo-RJ 1 x 2 Fortaleza-CE
Hoje
19:15
Coritiba-PR x Juventude-RS
21:30
Vitória-BA x Portuguesa
Botafogo-RJ x Juazeirense
Aparecidense-GO x Ypiranga-RS

13010866_763527323749434_1887758628180687307_n

Série B: Seis clubes disputam uma vaga na elite do Baianão 2017

FBF

101_1745

Alagoinhas Atlético Clube, Associação Atlética Teixeira de Freitas, Atlântico Esporte Clube, Catuense Futebol S/A, Esporte Clube Ypiranga e Juazeiro Social Clube. Esses são os seis clubes que buscarão um único e em comum objetivo no futebol da Bahia, entre 10 de julho e 25 de setembro.

Neste período será realizada a Série B do Baianão 2016. Em jogo, o título e o acesso à elite do Baianão 2017. Uma única vaga, como definido há um ano e registrado em ata coma anuência dos próprios clubes das Séries A e B do Estadual. Devido à redução do número de datas imposto pela CBF no Calendário do Futebol Brasileiro, a Federação Bahiana de Futebol teve que se adequar para chegar ao número máximo de dez clubes na elite. Neste ano, dois foram rebaixados (Feirense e Colo Colo) e apenas um subirá. Em 2017, o sistema se repetirá para, em 2018, o Baianão chegar aos dez clubes necessários para obedecer ao calendário.

Nesta quinta-feira (12), os seis clubes que disputarão a Série B e a diretoria da FBF se reuniram. Na sede da entidade, foi realizada a Reunião do Conselho Técnico da competição.

Antes de tratar dos assuntos pertinentes ao encontro, o presidente Ednaldo Rodrigues, ao lado do vice-presidente Ricardo Lima e da diretora técnica Taíse Galvão deixou claro para os presentes que mais clubes tentaram se habilitar para disputar o campeonato. Porém, seja por questão de documentação, ou por não terem estádios nas suas cidades de origem em condições de receber jogos profissionais, não poderão disputar o acesso.

Cada clube ainda escolheu os dias e horários que irão mandar seus jogos. O Atlântico, que terá como casa o estádio de Pituaçu, escolheu realizar seus jogos como mandante nos sábados, às 16h. O Ypiranga, que também jogará no estádio Roberto Santos, em Salvador, optou pelos domingos, às 16h. O Atlético de Alagoinhas, que jogará no Antônio Carneiro, em Alagoinhas, fará suas partidas aos sábados, às 18h. A Catuense, que também jogará em casa, no Antônio Carneiro, escolheu os sábados, às 19h30. O Juazeiro, que mandará seus confrontos no Adauto Moraes optou pelos sábados, às 17h. Já o Teixeira de Freitas, clube filiado à CBF há mais de 20 anos e que em 2016 volta a disputar uma competição profissional jogará no estádio Antônio Rodrigues Santana, em Teixeira de Freitas, aos domingos, às 16h.

A FBF divulgará, a tabela inicial com datas, horários e locais dos jogos e o regulamento da Série B do Baianão 2016.

Confira os times que mais terminaram o Brasileirão entre os 4 primeiros na história

Futirinhas

brasileirao-20143

Confira quais foram as equipes que, de 1959 a 2016, mais vezes terminaram a Série A do Campeonato Brasileiro de Futebol* entre os quatro primeiros:

1- São Paulo – 19 vezes
Primeiro lugar – 1977, 1986, 1991, 2006, 2007 e 2008
Segundo lugar – 1971, 1973, 1981, 1989, 1990 e 2014
Terceiro lugar – 2003, 2004 e 2009
Quatro lugar – 1993, 1999, 2012 e 2015
2 – Palmeiras, Cruzeiro, Internacional, Grêmio e Corinthians – 18 vezes
Palmeiras
Primeiro lugar – 1960, 1967, 1967, 1969, 1972, 1973, 1993 e 1994
Segundo lugar – 1970, 1978 e 1997
Quarto lugar – 1964, 1965, 1968, 1979, 2004, 2005 e 2008
Cruzeiro
Primeiro lugar – 1966, 2003, 2013 e 2014
Segundo lugar – 1969, 1974, 1975, 1998 e 2010
Terceiro lugar – 1968, 1973, 1989, 1995, 2000 e 2008
Quatro lugar – 1967, 1970 e 2009
Internacional
Primeiro lugar – 1975, 1976 e 1979
Segundo lugar – 1967, 1968, 1988, 2005, 2006 e 2009
Terceiro lugar – 1962, 1972, 1978, 1980, 1997 e 2014
Quatro lugar – 1973, 1974 e 1987
Grêmio
Primeiro lugar – 1981 e 1996
Segundo lugar – 1982, 2008 e 2013
Terceiro lugar – 1959, 1967, 1984, 1990, 2002, 2006, 2012 e 2015
Quatro lugar – 1963, 1967, 1988, 2000 e 2010
Corinthians
Primeiro lugar – 1990, 1998, 1999, 2005, 2011 e 2015
Segundo lugar – 1976, 1994, 2002
Terceiro lugar – 1967, 1969, 1993 e 2010
Quatro lugar – 1971, 1972, 1982, 1984 e 2014
3 – Santos – 17 vezes
Primeiro lugar – 1961, 1962, 1963, 1964, 1965, 1968, 2002 e 2004
Segundo lugar – 1959, 1966, 1983, 1995, 2003 e 2007
Terceiro lugar – 1974 e 1998
Quatro lugar – 2006
4 – Atlético MG – 16 vezes
Primeiro lugar – 1971
Segundo lugar – 1977, 1980, 1999, 2012 e 2015
Terceiro lugar – 1970, 1976, 1983, 1986, 1991 e 1996
Quatro lugar – 1985, 1994, 1997 e 2001
5 – Fluminense – 15 vezes
Primeiro lugar – 1970, 1984, 2010 e 2012
Terceiro lugar – 1960, 1975, 1988, 2001 e 2011
Quatro lugar – 1966, 1976, 1991, 1995, 2002 e 2007
6 – Vasco da Gama – 12 vezes
Primeiro lugar – 1974, 1989, 1997 e 2000
Segundo lugar – 1965, 1979, 1984 e 2011
Terceiro lugar – 1968, 1992
Quatro lugar – 1959 e 1978
7 – Botafogo – 11 vezes
Primeiro lugar – 1968,1995
Segundo lugar – 1962, 1972 e 1992
Terceiro lugar – 1963, 1971
Quatro lugar – 1969, 1981, 1989 e 2013
8 – Flamengo – 8 vezes
Primeiro lugar – 1980, 1982, 1983, 1992 e 2009
Segundo lugar – 1964
Terceiro lugar – 1987 e 2007
Quatro lugar – 2011
9 – Bahia, Guarani, Náutico e Atlético PR – 5 vezes
Bahia

Primeiro lugar – 1959 e 1988
Segundo lugar – 1961 e 1963
Quatro lugar – 1990
Guarani
Primeiro lugar – 1978
Segundo lugar – 1986 e 1987
Terceiro lugar – 1982 e 1994
Náutico
Segundo lugar – 1967
Terceiro lugar – 1965 e 1966
Quatro lugar – 1961 e 1968
Atlético-PR
Primeiro lugar – 2001
Segundo lugar – 2004
Terceiro lugar – 1987 e 2013
Quatro lugar – 1983
10 – Coritiba e São Caetano – 3 vezes
Coritiba

Primeiro lugar – 1985
Terceiro lugar – 1979
Quatro lugar – 1980
São Caetano
Segundo lugar – 2000 e 2001
Quatro lugar – 2003
11 – Sport, Bragantino, Fortaleza, Goiás, Portuguesa, Santa Cruz, Vitória, América (RJ) e Bangu – 2 vezes
Sport

Primeiro lugar – 1987
Quarto lugar – 1962
Bragantino
Segundo lugar – 1991
Quarto lugar – 1992
Fortaleza
Segundo lugar – 1960 e 1968
Goiás
Terceiro lugar – 2005
Quarto lugar – 1996
Portuguesa
Segundo lugar – 1996
Quarto lugar – 1998
Santa Cruz
Quarto lugar – 1960 e 1975
Vitória
Segundo lugar – 1993
Terceiro lugar – 1999
América-RJ
Terceiro lugar – 1961
Quarto lugar – 1986
Bangu
Segundo lugar – 1985
Quarto lugar – 1987
12 – Ponte Preta, Brasil de Pelotas, Ceará , Londrina e Operário (MS) – 1 vez
Ponte Preta

Terceiro lugar – 1981
Brasil de Pelotas
Terceiro lugar – 1985
Ceará
Terceiro lugar – 1964
Londrina
Quarto lugar – 1977
Operário-MS
Terceiro lugar – 1977

* Levamos em consideração a Taça Brasil (1959–1968), Torneio Roberto Gomes Pedrosa (1967–1970), Campeonato Nacional de Clubes (1971–1974), Copa Brasil (1975–1980), Taça de Ouro (1981–1983), Copa Brasil 1984–1986, Copa União 1987–1988 e a Copa João Havelange (2000)

Segundo site, Ba-Vi e times de PE e CE querem Nordestão com 12 clubes e pontos corridos

Bahia Notícias

IMAGEM_NOTICIA_5

Os grandes clubes da Bahia, Ceará e Pernambuco estudam uma mudança drástica para a disputa das futuras edições da Copa do Nordeste. Segundo informações da ESPN Brasil, os sete grandes times da região querem a redução para 12 participantes e o retorno da disputa em pontos corridos para a competição regional.

De acordo com a reportagem, clubes como Bahia, Vitória, Sport Recife, Santa Cruz, Náutico, Ceará e Fortaleza se reuniram recentemente em Recife para firmar o compromisso de se unir em prol dessa mudança, também com a meta de deixar de disputar os campeonatos estaduais com o passar do tempo.

Os planos são de seguir nos campeonatos locais até o final de seus contratos televisivos com cada certame. Na Bahia, o acordo vale até 2020 enquanto que no Ceará e Pernambuco os contratos vão até 2018. Outra mudança importante é a criação de duas divisões no Nordestão, com a Série A sendo definida inicialmente pelo ranking da CBF e a Série B pelas equipes definidas através dos estaduais.

“Até apoio que a Copa do Nordeste possa ter menos times, porém, com o estadual como critério técnico”, afirma Ednaldo Rodrigues em entrevista ao site, onde defende que o torneio deve ser reduzido a 16 clubes e ter um formato diferente do sugerido pelos grandes da região, com os sete melhores do ranking e as outras nove vagas através dos campeonatos locais.

Íris Sport, Kadija, Beira-Mar e Vila da Conquista buscam primeira vitoria no municipal

Da Redação

marielson-ordem-420

Os times do Íris Sport, Kadija, Beira-Mar e Vila da Conquista buscam a primeira vitória na rodada que acontece neste final de semana no estádio Edvaldo Flores, pelo Campeonato Municipal de Futebol, promovido pela LCDT.

No sábado (30), as equipes do Íris Sport e Kadija se enfrentam as 15h45. No mesmo dia, o Beira-Mar joga contra o Moicana.

Já no domingo (1º), as 08h45, o Vila da Conquista joga contra o Grêmio em jogo adiado na primeira rodada. As 10:45, Botafogo e Ponte Preta duelam em busca de subir na tabela de classificação.

A quarta rodada será complementada no dia 08, com a partida entre o Maru e Vila da Conquista.

40% dos times da Série A do Brasileiro já trocaram de técnico em 2016

MSN

BBseuza.img

A Série A do Campeonato Brasileiro só começa daqui três semanas, mas a dança das cadeiras dos técnicos já está a todo vapor no futebol nacional. No fim de semana, o Cruzeiro anunciou a demissão de Deivid e se tornou o oitavo clube da elite, 40% dos 20 participantes, a trocar de treinador.

Além da equipe mineira, também dispensaram os comandantes que iniciaram a temporada Atlético-PR, Figueirense, Fluminense, Palmeiras, Ponte Preta (duas vezes), Santa Cruz e Sport.

Assim como o Cruzeiro, inclusive, o Sport também ainda está sem treinador, depois que demitiu Falcão, na última semana. Por enquanto, o time do Recife é comandado interinamente por Thiago Gomes.

O caso mais emblemático é da Ponte Preta, que trocou de treinador duas vezes. Depois de um início ruim no Campeonato Paulista, Vinícius Eutrópio foi substituído por Alexandre Gallo, que, após o Estadual, acabou também caindo, preterido por Eduardo Baptista – demitido do Fluminense.

Também em São Paulo, o Palmeiras já trocou de técnico, demitindo Marcelo Oliveira, após arrancada ruim na Copa Libertadores, e contratando Cuca. Já no Nordeste, o Santa Cruz, recém-promovido, foi outro a mexer no comando: saiu Marcelo Martelotte, entrou Milton Mendes.

No Sul do país, o Figueirense já demitiu Hudson Coutinho, para contratar Vinícius Eutrópio; e o Atlético-PR trocou Critóvão Borges por Paulo Autuori.

13010866_763527323749434_1887758628180687307_n













comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia