WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
novo uniao supermercados








junho 2024
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

drupal counter

:: ‘titulo’

Invictos, Bahia e Ceará iniciam briga pelo título da Copa do Nordeste

Bahia Notícias

IMAGEM_BAHIA_5

A última vez que o Bahia entrou em campo para decidir o título da Copa do Nordeste foi na temporada de 2002. E na noite desta quarta-feira (22), às 22h, depois de treza anos depois, o tricolor baiano vai brigar finalmente pela conquista do torneio regional, desta vez, contra o Ceará.

O primeiro confronto entre os invictos acontecerá na Arena Fonte Nova, há dois dias com todos os ingressos já comprados pelos tricolores.

Sem perder há dezesseis partidas consecutivas, dez delas na Copa do Nordeste, o Bahia enfrenta o Ceará pela primeira vez na história uma decisão de título regional. O adversário, assim como o tricolor, ainda não perdeu na edição de 2015.

Campanha coloca o Bahia como o grande favorito ao título de bicampeão

Tribuna da Bahia

torcida-bahia

A reta final do Campeonato Baiano de 2015 deixou o Bahia, único representante da capital, contra Juazeirense, Vitória e Colo Colo, na corrida pela conquista do título. Mas os números mostram que o Tricolor é o grande favorito, beneficiado por uma das melhores campanhas neste início de temporada entre todos os Estaduais do futebol brasileiro. Como nos velhos tempos, o título de bicampeão está logo ali, ao alcance do “Bahêa”.

O triunfo de 2 a 1 sobre a Juazeirense foi o 18º jogo oficial do Bahia este ano. Foram 10 triunfos, 6 empates, 2 derrotas, 35 gols marcados, 14 sofridos, saldo de 21 e aproveitamento de 66,6%. Sob o comando do técnico Sérgio Soares, o Tricolor está invicto há 12 partida e não perde há mais de um mês. A última derrota aconteceu no dia 22 de fevereiro, para a Jacuipense, no estádio de Pituaçu, na fase de classificação do Campeonato Baiano.

O Bahia tem no momento o 4º ataque mais positivo do futebol brasileiro, atrás apenas de América de Natal, com 43, Ceará, 40, e Fortaleza 37 gols. Dos 35 gols marcados na temporada pelo Tricolor baiano, o trio de ataque foi responsável por 23, equivalente a 65% dos gols. Kieza marcou 11, Maxi Biancucchi, sete, e Léo Gamalho, cinco, que garante uma média de 1,9 gols por partida.
O “k9” como está sendo chamado Kieza pela fiel torcida Tricolor, também está concorrendo à artilharia do Brasil. Atualmente, está na 3ª colocação, atrás de Max (América-RN), que tem 13 e Robert (Sampaio Corrêa), que lidera com 14.

O técnico Sérgio Soares já lançou 9 atletas da base do Bahia na temporada 2015. Jean, Carlos, Patric, Robson, Sávio, Gustavo Blanco, Yuri, Mateus e Luan estrearam no profissional neste ano. Dos 34 atletas do atual elenco profissional tricolor, 20 foram formados na base do Esquadrão, o que corresponde a 57% do grupo à disposição do treinador para a disputa do Campeonato Baiano, Copa do Brasil e Copa do Nordeste, onde o Bahia está invicto e se classificou para as semifinais, somando 16 pontos.

Oito equipes vão em busca do título inédito no Campeonato Municipal de Futebol de 2015

Por Luciano Pina
Foto Eliezer Oliveira

10406342_n-300x178

Começa neste sábado (28), o Campeonato Municipal de Futebol de 2015, promovido pela Liga Conquistense de Desportos Terrestres (LCDT).

Participarão dsta competição quatorze equipes, que foram divididas em dois grupos de sete, que jogarão dentro do próprio grupo, classicando-se as oito melhores colocadas no geral.

Confira os grupos: A: Beira Mar, Santos, Simonassi, Ponte Preta, Vila da Conquista, Comercial e Vitória da Conquista – B: Maru, Kadija, Botafogo, Moicana, Grêmio, Vila Nova e Bangu.

Das equipes participantes oito vão tentar conquistar pela primeira vez o tão sonhado título da elite do futebol amador conquistense. São elas: Ponte Preta, Marú, Vila da Conquista, Vila Nova, Botafogo, Moicana e Bangu e Vitória da Conquista, que faz sua estreia na competição.

Confira a 1ª rodada
Sábado

15:30
Beira-Mar x Ponte Preta
17:30
Santos x Vila da Conquista
Domingo
09:30
Simonassi x Comercial
Sábado (04/04)
15:30
Maru x Kadija
17:30
Vila Nova x Grêmio
Domingo (05/04)
09:30
Moicana x Botafogo

As equipes do Vitória da Conquista e Bangu folgam na rodada.

Vitória da Conquista e Bangu decidem título da segundona municipal

Por Luciano Pina

images

As equipes do Vitória da Conquista e Bangu decidem neste domingo (22), ás 09 horas, no estádio Murilão, o título de campeão do Campeonato Municipal de Futebol de 2014, promovido pela Liga Conquistense de Desportos Terrestres (LCDT).

A decisão deveria ter acontecido no ano passado, porém, devido a compromissos do Bode em outras competições ficou inviavel a realização da disputa.

Para chegar a final o Bangu eliminou o time do União. Já o Vitória da Conquista deixou para trás a equipe do Nova Cidade.
As duas equipes já tem datas marcadas para estrear na elite do futebol amador. O Vitória da Conquista estreia no dia 11/03, contra o Beira-Mar. Já o Bangu enfrenta o Maru no dia 18/04

Goleiro do Botafogo-SP falha, e Timão conquista seu nono título da Copinha

Globo Esportes

corinthians-botafogosp-rib-3

Futebol é ingrato, e o goleiro Talles Lima, do Botafogo-SP, aprendeu isso aos 17 anos, neste domingo, num Pacaembu lotado (36 mil pessoas) e com transmissão ao vivo para todo Brasil. Destaque na semifinal contra o Palmeiras, ele vinha pegando tudo também contra o Corinthians, na grande decisão – a ponto de, aos 15 minutos do segundo tempo, ser apontado pelo comentarista Walter Casagrande como o grande nome da partida. Seis minutos depois, porém, Talles engoliu um frangaço – em chute de fora da área de Maycon, “foi com a mão mole”, como se diz no futebol, e viu a bola morrer no fundo da rede.

Talles vai carregar para sempre na memória o lance infeliz. Assim como seu colega de time, Túlio Souza, que perdeu um gol sem goleiro ainda no primeiro tempo. Coisa que beirou o inacreditável.

Foi assim, contando com a ajuda involuntária dos adversários, que o Corinthians conquistou sua nona edição de Copa São Palo. Num jogo equilibrado e de bom nível técnico, os meninos do Timão se mostraram mais experientes, menos nervosos. Aproveitaram-se dos erros do Botafogo-SP e, com a vitória suada por 1 a 0, conquistaram o título da competição que abre o calendário do futebol nacional.

Com 16 contratações, presidente do Serrano quer o título baiano

Galáticos Online

josé alfredo-anton roos classe a(1)

Foram 16 contratações para as disputas do Baianão e da Copa do Nordeste. Entre elas, está o técnico Ricardo Silva, que traz na bagagem um título baiano e um vice-campeonato da Copa do Brasil pelo Vitória.

É com a experiência do treinador e os novos reforços que o Serrano espera surpreender nas duas competições. O presidente do clube, José Alfredo garantiu que o Mongoió brigará por grandes conquistas.

“Queremos o título inédito, claro, e o mínimo que devemos fazer é chegar à semifinal da competição porque, daí, poderemos participar pela primeira vez da série D do Brasileirão”, disse ao portal da FBF.

O dirigente ainda garantiu que o elenco do Rubro-Verde, que deve ter de 32 a 34 atletas, ainda não está fechado. “Contratamos já 16 jogadores para chegar com força máxima ao Baianão, assim como o Nordestão. Se houver algum outro atleta dentro de nossas expectativas, contrataremos para fechar o elenco”, completou.

468x60_simonassi127

Estatística: Ciclo de 4 anos pode dar título do Baianão 2015 a clube do interior

Varela Notícias

1881678-8322-atm14

A última vez que uma equipe do interior sagrou-se campeã foi em 2011, edição merecidamente vencida pelo Bahia de Feira, cinco anos após o Coco-Colo de Ilhéus também vencer o Vitória com grande mérito e sagrar-se campeão em 2006, que por sua vez, foram quatro anos após o Palmeiras do Nordeste suspender a taça de 2002¹.

Esses intervalos entre os torneios vencidos pela dupla BaVi e os vencidos pelos clubes do interior estão menores no últimos 14 anos por conta do crescimento das equipes do interior. Fator aliado à crescente decadência dos clubes da capital baiana, que não possuem a antiga força nos estaduais para criar um novo hiato de 32 anos sem títulos para as equipes do interior² e nos nacionais, já que o Bahia é o único clube do estado a vencer esse tipo de torneio (1959 e 1988).

Em 2015, o Vitória da Conquista desponta como favorito do interior do estado. O Bode tenta montar uma equipe que tenha condições de disputar o título do Baianão no 10º aniversário do clube, criado em 2005. Para isso, foram recrutados ex-jogadores da dupla BaVi, o goleiro Viáfara e o volante Fausto, um esforço considerado “somente parte de uma missão” pelo presidente do Bode, Ederlane Amorim.

“O esforço que a diretoria está fazendo para montar um time competitivo com objetivo de disputar títulos é grande, mas todo esse trabalho é apenas parte da nossa missão. Precisamos também do retorno das arquibancadas, com a presença do torcedor nas partidas”, declara.

Quando o Jacobina anunciou a contratação de Andrade, técnico campeão brasileiro de 2009 pelo Flamengo, mostrou o crescimento do futebol baiano e o potencial que ele possui para sair do ostracismo. O fortalecimento das equipes do interior é um importante passo para que os clubes da capital tenham uma postura mais agressiva em referência aos campeonatos nacionais, já que o domínio estadual pode estar seriamente ameaçado.

¹Em 2002 foram disputados dois campeonatos baianos, um sem a dupla BaVi, teve a final disputada entre Palmeiras do Nordeste e o Cruzeiro de Cruz das Almas e o supercampeonato vencido pelo Vitória.

²Após o Fluminense de Feira vencer a edição de 1969, a taça só retornou ao interior em 2002 com o triunfo do Palmeiras do Nordeste.

O desequilíbrio em um comparativo que envolva Bahia,Vitória e os clubes do interior é evidente. Papões de títulos, Bahia (45) e Vitória (27) estão muito distantes do Ypiranga (10), clube que um dia foi uma potência do futebol baiano. O abismo que separa os clubes é tão grande que enquanto os clubes da capital foram rebaixados após péssimos desempenhos na Série A, os demais clubes baianos sequer conseguem chegar às finais da Série C.

Após rápida ascensão, Jacobina quer o título da 1ª divisão

Site da FBF

Jacobina-Notícia-274

A história do Jacobina Esporte Clube, apesar de curta, já voltou aos noticiários esportivos de forma bastante rápida. Longe dos gramados da elite do futebol estadual há 21 anos, a equipe que conseguiu o acesso juntamente com o Colo Colo no último ano, promete entrar de vez na briga pelo título e colocar o nome do clube na lista dos campeões estaduais.

E para 2015, já de olho na estreia do Baianão contra o Galícia, o Jegue da Chapada vem se reestruturando a cada dia, a começar pelo treinador. Andrade, campeão pelo Flamengo e com passagem pelo Brasiliense, chegou para tornar o clube ainda mais forte e que não perdeu nenhuma partida dentro de casa em 2014.

Por outro lado, atletas como Igor, Adalberto, Dinda e Marcelo, entre outros, renovaram seus contratos e já começaram a preparação. “Fechamos também com o goleiro Felipe, que atuou no futebol paranaense, Ananias, que veio do Vitória, Deividson, que chegou do Fortaleza e o atacante Diniz, campeão pelo Macaé. Além desses jogadores, iremos reforçar o elenco com mais dois centroavantes, um volante, um meia e mais um goleiro” disse o atual presidente, Rafael Damasceno.

Ainda segundo o dirigente, que afirmou ao portal da FBF, todo sucesso da competição está garantido pela alta competitividade e pelas boas disputas na primeira fase, relatou a sua expectativa para o estadual, edição 2015.

“Queremos começar com tudo. Temos o objetivo de pelo menos chegar entre os quatro primeiros e assim garantir a vaga no Nordestão, na Copa do Brasil ou Campeonato Brasileiro. Não podemos errar. Se a gente largar bem, podemos conseguir as vagas para as decisões. Chegamos aqui para sermos mais uma força do interior”, completou.

Depois de passar por uma primeira etapa da pré-temporada em Lauro de Freitas com treinamento físico e tático, a equipe voltou em janeiro ao estádio local para mais um treinamento e fazer os últimos ajustes.

Treinador Fernando Alcântara fala sobre a “fórmula” para conquistar o título Baiano

Futebol Interior

0002050052286_img

O Vitória da Conquista se reapresentou nesta segunda-feira, visando a preparação para a disputa do Campeonato Baiano de 2015. . A apresentação foi na Sede do Clube, quando os atletas foram recebidos pela diretoria do clube e comissão técnica.

O treinador do time, Fernando Alcântara, conversou com os atletas e, logo no primeiro dia, já fez questão de deixar claro que vai exigir que o time trabalhe muito e os jogadores se doam em campo.

“Hoje é um dia muito especial para mim, que to tendo o privilégio de vir aqui num clube de tanta expressão na Bahia, acredito que seja a terceira força do estado. Vou ter a oportunidade de desenvolver um trabalho com bastante humildade. Acredito que a fórmula do sucesso tem três situações: a primeira é trabalho, a segunda é trabalho e a terceira também é trabalho.”, disse o experiente treinador.

A novidade na comissão técnica ficou por conta de André Borges, que falou sobre esse retorno a casa neste ano tão importante.

“Para mim é um prazer está retornando a um clube que eu vi crescer e também cresci muito aqui dentro. Quando recebi o convite do presidente não pensei duas vezes. Aceitei na hora. Estou muito feliz de estar aqui de volta.”, disse André Borges.

Em nome do Clube, o presidente Ederlane Amorim lembrou as metas do clube, a importância deste ano, quando o ECPP completa seus 10 anos de fundação.

“Estamos tentando construir um elenco para formar um elenco competitivo para mantermos a boa forma do time que foi campeão em novembro da Copa Estado. Logo na abertura do campeonato já teremos um jogo muito importante contra o Bahia. A gente está preocupado com o Campeonato Baiano e depois tem a Copa do Brasil. Vamos fazer o máximo para competir de igual para igual com todos os times.”

O primeiro jogo do Vitória da Conquista será no dia 1º de fevereiro, no estádio Lomanto Junior, às 16h, horário local.

unimarc-modelo-4

Após empate na Colômbia, River e Atlético Nacional decidem título da Sul-Americana

ESPN

622_627b353e-46c7-3247-8e4f-529c46c83a2c

O campeão da Copa Sul-Americana será conhecido nesta quarta-feira, quando River Plate e Atlético Nacional fazem o confronto decisivo a partir das 22h15(de Brasília), no Estádio Monumental de Núñez, em Buenos Aires, na Argentina. No duelo de ida, na Colômbia, as duas equipes empataram por 1 a 1 e quem ganhar dessa vez ficará com a taça. Um novo empate, por qualquer placar, forçará uma prorrogação, já que nesta etapa os gols marcados como visitante não valem para critério de desempate. Persistindo a igualdade no tempo extra, o vitorioso sairá nas cobranças de pênaltis.

Marcelo Gallardo, técnico do River Plate, procurou trabalhar o aspecto psicológico de seus jogadores no sentido de afastar o clima de euforia que tomou conta dos torcedores após o bom resultado obtido no confronto de ida.

Já Juan Carlos Osorio, comandante do Atlético Nacional, prefere ser cauteloso em relação ao que esperar do jogo. “Não podemos enganar nossos torcedores, pois o jogo na Argentina será complicado e a conquista do título, se vier, com certeza será épica. Vamos com o pensamento de dar o nosso melhor, de jogar de igual para igual e ver o que conseguimos. O Atlético Nacional lutou muito para chegar neste momento e não vamos desistir do caneco”, declarou Osorio.













comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia