WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
novo uniao supermercados








maio 2024
D S T Q Q S S
« abr    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

drupal counter

:: ‘FLUMINNENSE’

Dirigente do Fluminense de Feira espera fazer acordo e pagar dívida milionária

Bahia Notícias

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.Ob0F8LnD-W

Com uma dívida estipulada em R$ 2,2 milhões, o presidente do Fluminense de Feira, Gerinaldo Costa, pretende chegar a um acordo para resolver a situação do Touro do Sertão, que retornou a elite do futebol baiano após o vice-campeonato do Baianão da Segunda Divisão de 2015.

“Nós temos uma dívida de R$ 1,3 milhão com a Receita Federal, mais R$ 195 mil com o FGTS e somado a tudo isso existem as dívidas trabalhistas que eu considero que são negociáveis”, afirmou o mandatário em entrevista ao site Acorda Cidade, onde não descarta a possibilidade de vender um patrimônio do clube para resolver as dívidas trabalhistas. “Nós vamos ter que desfazer de algum patrimônio, vamos ter que tirar alguma coisa para pagar essa dívida porque a vida do Fluminense depende disso. Ou fazemos isso ou fechamos as portas”, declarou.

Além do Flu de Feira, outro clube do interior baiano que integra o cadastro de inadimplentes da Receita Federal é a Catuense, com uma dívida de R$ 88.349,42.

unimarc-modelo-4

Preparador físico Geraldo Lantyer volta ao Flu de Feira após três anos

Site do Clube

24-08-2015_19_43_49_

A diretoria do Fluminense confirmou a volta do preparador-físico Geraldo Lantyer para comandar a parte física do tricolor feirense com vistas a Copa Governador do Estado, que começa em outubro. O clube havia anunciado a vinda de Michel Pinheiro, mas ele acabou desistindo de trabalhar na agremiação, que contratou então Marailton Jardim, que por sua vez também desistiu.

De volta ao mercado de trabalho, os dirigentes optaram por trazer de volta Lantyer, cuja última passagem foi há três anos, Ele, além de ser muito experiente, é um profissional de reconhecido trabalho em clubes dentro e fora da Bahia. Houve um contato do diretor de futebol Zé Chico, que já trabalhara antes com o profissional e tudo ficou acertado.

Para Geraldo Lantyer é mais uma oportunidade de fazer um bom trabalho no clube. “O clube viveu um momento difícil, quando ficou dois anos na 2ª divisão, mas agora voltou e a motivação é outra, assim como o desafio que temos pela frente é grande: classificar o Fluminense para uma Copa do Brasil ou Série D”, ressaltou.

Em papéis inversos, Flu e Bota travam duelo visto como crucial por G-4 e Z-4

Globo Esportes

t_133085_dysagfuygydus

Fluminense e Botafogo esperam muita coisa deste sábado à noite. Vencer o clássico de 19h30 (de Brasília) significa se manter no páreo pelo objetivo de cada um na reta final do Campeonato Brasileiro. A ambição tricolor de conquistar uma vaga na Libertadores passa muito pelos três pontos, distância que seus concorrentes diretos têm de vantagem – a equipe de Cristóvão Borges pode até voltar ao G-4 nesta rodada em caso de uma combinação de resultados. Já o alvinegro, estacionado na zona de rebaixamento há nove rodadas, sequer tem chance de sair do Z-4 no fim de semana, já que Vitória e Chapecoense fazem um confronto direto. Mas tenta respirar o ar rarefeito de esperança – segundo o matemático Tristão Garcia, o risco de degola do time de Vagner Mancini é de 81%. Um deles, porém, vai ter sua meta de salvar o ano mais distante com uma nova derrota a quatro rodadas do fim. Ou os dois, caso aconteça um empate, que seria ruim a ambos os lados.

E os protagonistas do clássico vovô se reencontram nas rodadas finais do Brasileiro em papéis invertidos em relação ao ano passado. Na mesma 34ª, em 2013, o Botafogo era o quinto colocado, lutava por uma vaga na Libertadores, o que acabou se concretizando. Já o Fluminense estava em 16º, a uma posição da degola. Acabou rebaixado, mas se livrou da queda com a perda de pontos da Portuguesa pela escalação de Héverton de forma irregular.













comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia