WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
novo uniao supermercados








junho 2024
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

drupal counter

:: ‘SÚMULA’

Árbitro conquistense Marielson Alves relata na súmula agressão sofrida

Tribuna da Bahia

622_e6d4761d-af83-31ca-80db-e4c6be1d629e

O Figueirense deu muito trabalho ao Internacional, mas acabou derrotado por 2 a 1 no último sábado. O gol anotado por Wellington Silva, nos últimos segundos de jogo, gerou uma grande confusão no gramado do estádio Orlando Scarpelli. Na súmula da partida, o árbitro conquistense Marielson Alves Silva relatou que foi agredido após o apito final.

“Após o término da partida e ainda dentro de campo, recebi um empurrão com as duas mãos em meu peito do atleta do Figueirense, Thiago Heleno. Informo que não foi possível apresentar o cartão vermelho devido ao tumulto generalizado”, escreve no documento o juiz, que afirma também ter recebido agressão do jogador França.

“Ato contínuo recebi um empurrão pelas costas”, informa. “O que me fez correr em direção ao policiamento. Só foi possível identificar o jogador em função do assistente Luiz Teixeira. Informo que o atleta citado continuou correndo atrás de mim com a clara intenção de me agredir”, explica, lembrando ainda que França já havia sido expulso durante a partida e invadiu o campo de jogo ao final. Vale lembrar que o atacante Rafael Moura – o “He Man”, do Internacional, praticamente defendeu o árbitro da partida dos ataques dos atletas do Figueirense.

O comportamento da dupla do Figueirense deve render gancho do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva). Thiago Heleno e França podem ser enquadrados no artigo 254-A do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), que prevê suspensão de quadro a doze partidas para atletas que praticarem “agressão física durante a partida”.

Mas nem só o clube catarinense precisa se preocupar com os julgamentos do Tribunal. Como a torcida colorada acendeu sinalizadores nas arquibancadas, o Internacional também pode ser réu nos próximos dias. De qualquer forma, a vitória assegurou ao time gaúcho o terceiro lugar do Brasileirão e, por consequência, uma vaga direta à fase de grupos da Copa Libertadores 2015.

Após confusão, treinador Elias Borges é citado na súmula

Por Luciano Pina

O treinador Elias Borges foi citado na súmula da partida que o Vitória da Conquista foi derrotado pelo Bahia de Feira, pelo placar de 2 a 0, na tarde do último domingo (29), no estádio Alberto Oliveira, pela 4ª rodada do Campeonato Baiano.

O árbitro Antonio Vieira citou o técnico por xingar a 4ª árbitra, Daniella Coutinho. Segundo o árbitro, Elias chamou Daniella de burra, louca e que ela estava querendo se aparecer.

A confusão foi após Daniella acusar cotovelada do zagueiro Alemão no lateral Thiago Granja. A Comissão Disciplinar da FBF deverá analisar o caso nos próximos dias

Árbitro da confronto Atlético 1 x 0 Bahia relata agressões na súmula

Galáticos Online

Rodrigo Cintra relatou agressão na súmula

Protagonista de uma confusão na partida contra o Bahia, o presidente do Atlético de Alagoinhas, Albino Leite, pode responder à processos judiciais, além de correr o risco de ser banido do futebol.

Após a anulação do gol do Atlético de Alagoinhas, no qual o auxiliar, Alessandro Matos alegou impedimento, mas completamente atrasado, o presidente do clube invadiu o campo e agrediu pelas costas o bandeirinha. Após a partida, a agressão foi registrada na policia. O árbitro da partida, Rodrigo Martins Cintra, não poupou o dirigente e denunciou o presidente na súmula, com isso s situação de Albino Leite se complica cada vez mais.

Confira o que o árbitro citou na súmula:

Aos 30 minutos do segundo tempo, após a marcação de impedimento da equipe do Atlético de Alagoinhas, em marcação correta do meu assistente número um, senhor Alessandro Álvaro da Rocha Mattos, quando os jogadores da referida equipe foram para cima do referido assistente, o presidente do Atlético de Alagoinhas, Albino Leite, partiu para cima do mesmo e com muita força e atingiu fisicamente por trás, com um golpe com braços e pernas, atingindo-o nas costas e derrubando-o ao solo, com muita intensidade.

Informo ainda que segundo o delegado da partida, o infrator passou pelo alambrado para adotar tal postura e que após o incidente, fora conduzido pelo policiamento para a delegacia, onde o árbitro assistente prestou queixa, registrando B.O.













comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia