WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
novo uniao supermercados








maio 2024
D S T Q Q S S
« abr    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

drupal counter

:: ‘VIDA’

São Paulo joga ‘vida ou morte’ contra o misterioso Emelec e por título

Lancenet

Apresentacao-Copa-Sul-Americana-Paulo-Emelec_LANIMA20141029_0201_24

Na noite desta quinta-feira, às 20h15, o São Paulo terá mais um desafio a superar se quiser coroar a aposentadoria de Rogério Ceni com um título. Diante do Emelec (EQU), que tenta a todo custo esconder o jogo do Tricolor, o time de Muricy Ramalho fará a primeira partida das quartas de final da Copa Sul-Americana e, para o volante Souza, o duelo será de vida ou morte no Morumbi.

– Sul-Americana é um torneio curto, é vida ou morte. O São Paulo tem bom retrospecto, foi campeão em 2012 e chegou à semifinal ano passado. Vamos trazer o torcedor para o nosso lado, para nos apoiar para mais uma vitória. A partida será essencial como todas as outras daqui para a frente. Não há mais margem de erro. Necessitamos de uma vitória consistente, sem tomar gols para poder jogar no Equador com uma vantagem boa – avisou o camisa 5.

O São Paulo promete adotar a mesma postura da vitória sobre o Goiás, quando abriu 2 a 0 em menos de seis minutos na última segunda-feira. A ideia é poder jogar com mais tranquilidade em Guayaquil, cidade onde o jogo de volta está marcado para o dia 5 de novembro. Quem levar a melhor no confronto terá pela frente o vencedor de Cesar Vallejo (PER) e Atlético Nacional (COL).

Após reação, São Paulo joga a vida na Sul-Americana contra a Católica

Globo Esportes

rib6334

Por algumas horas, o São Paulo vai esquecer a luta para fugir de uma vez por todas da briga contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro para sonhar um pouco mais alto. Muricy Ramalho deixa claro que a prioridade é evitar a inédita queda no maior torneio do país, mas, contra o Universidad Católica, nesta quarta-feira, às 21h50m (de Brasília), em Santiago, o Tricolor tenta manter vivo o sonho de disputar a Libertadores de 2014.

O bom momento anima a comissão técnica e o elenco para a tentativa de voltar do Chile com o Tricolor garantido nas quartas de final da Copa Sul-Americana. Nas últimas cinco partidas do Brasileirão, o time conseguiu quatro vitórias e um empate, pulando para o 10º lugar e abrindo sete pontos de vantagem para o Vasco, primeiro clube a aparecer entre os quatro piores que cairão à Série B.

Para ficar com a vaga, o São Paulo precisa ir bem na casa do adversário, onde arrancou um empate nas semifinais do mesmo torneio em 2012. Com o 1 a 1 no primeiro duelo, no Morumbi, o Tricolor tem de vencer por qualquer placar ou buscar uma igualdade a partir de dois gols. Empate sem movimentação de placar ou vitória dá a classificação ao Universidad Católica. A repetição da contagem leva a decisão para os pênaltis.

A missão dos brasileiros, porém, não é das mais simples no estádio San Carlos de Apoquindo. Os chilenos lideram o campeonato nacional e despontam como os principais favoritos ao título. O atacante Nicolás Castillo, autor do gol de empate no primeiro confronto, continua sendo a grande esperança do técnico Martín Lasarte. Quem avançar, pega o vencedor do confronto entre Nacional de Medellín, da Colômbia, e Bahia.

Juazeirense e CSA fazem jogo de “vida ou morte” neste domingo

Blog Geraldo José

juazeirense(17)

Em jogo dos “lanternas” Juazeirense e CSA de Alagoas se enfrentam no próximo domingo (21), às 16h, no estádio Adauto Moraes, em Juazeiro. As duas equipes, com poucas chances de classificação, mas sem jogar a toalha, fazem um jogo de “vida ou morte”.

A Juazeirense, com apenas 1 ponto, dos 9 disputados até agora, tem a vantagem de jogar em casa. Para o CSA, que ainda não pontuou, a motivação é o novo treinador, Lino, que assumiu o comando após a queda de Beto Almeida. Em crise, o CSA optou por dispensar jogadores que não vinham rendendo.

No último coletivo o treinador deu sinais de que deve entrar em campo com um esquema 3-5-2, com forte marcação no meio de campo e velocidade no contra ataque. Barbosinha, técnico da Juazeirense, por jogar em casa, deve optar por um esquema de pressão para chegar ao gol do CSA e conquistar a primeira vitória na competição.

ccancer

História de vida esportiva de Antonio Jesuíno da Silva (Piolho)

Dimensão Online

esp

Antônio Jesuíno da Silva é seu nome de batismo e Piolho o carinhoso apelido. Nasceu em 1948 numa família de 18 irmãos. Ídolo de Vitória da Conquista começou a jogar bola e pegou o estranho apelido por perturbar o pessoal que ia treinar no Estádio Edvaldo Flores, quando ainda era menino. Começou sua carreira no Humaitá; depois jogou no Comerciário (ainda no futebol amador) e estreou no profissional no Conquista de Zé Maria, que o havia revelado. Em seguida foi para o Vitória em 1973 e para o Bahia em 1974.

O jogador teve ainda uma passagem pelo Atlético de Alagoinhas, Fluminense de Feira e Leônico, encerrando sua carreira em 1976 no clube que o lançou: Humaitá. Piolho, com suas arrancadas e seus gols, encantava a torcida de sua cidade natal e de outros clubes, como o Cruzeiro de Belo horizonte, que uma vez mandou um representante buscar o jogador em Vitória da Conquista, num jatinho fretado. Mas o jatinho ficou cinco horas parado no aeroporto, para depois voltar sem o passageiro pretendido; atendendo aos apelos de sua mãe Piolho decidiu não abandonar Vitória da Conquista. E, a partir daí, veio a fase ruim. Duas operações para extrair meniscos e várias contusões.

Finalmente, foi emprestado ao Vitória de Salvador para o Campeonato Baiano de 73, mas jogou poucas vezes. Depois passou para o Bahia, substituindo Picolé, que foi dispensado pelo clube por ser muito dispendioso. Piolho foi titular até se machucar e o time contratou Mickey, que ficou no seu lugar. Mas na final quem se machucou foi Mickey e Piolho entrou para ganhar o campeonato, marcando o gol do título.

O gol “escrito” :: LEIA MAIS »

Serrano complica a vida do Tremendão

Futebol Nordeste

O Bahia de Feira parece mesmo ter perdido o rumo no Campeonato Baiano. O Tremendão que passou um bom tempo como líder da competição, agora já ver ameaçada a quarta posição que ostenta após 16 rodadas. Na noite desta quarta-feira, a equipe enfrentou o Serrano e sofreu sua sexta derrota na competição.

O Serrano venceu por 2 x 1 e manteve acesa a esperança de garantir uma vaga entre as quatro equipes que passarão para fase semifinal. O Serrano subiu para a sétima colocação com 18 pontos. O Bahia de Feira é o quarto com 26 pontos ganhos.

O pior de tudo é que o Tremendão tem apenas dois pontos de diferença para Vitória da Conquista e Atlético de Alagoinhas, quinto e sexto colocados, com 24 pontos.

Uma derrota para o Vitória no próximo domingo (25), no Jóia da Princesa, pode render ao Bahia de Feira o afastamento da zona de classificação. O Serrano terá pela frente o Atlético, também no domingo.

River Plate joga a vida contra o Treze

Arena Nordeste

Sem vencer no Campeonato Brasileiro da Série D 2011, o River Plate de Carmopolis encara a partida contra o Treze de Campina Grande como uma partida de vida ou morte para sobrevivência na competição nacional.

Além da situação adversa dentro de campo, a equipe tem sido pressionada fora dele, onde o próprio presidente do Leão, Ernando Rodrigues, conversou com os atletas e afirmou que só eles podem devolver a tranquilidade para o atual campeão sergipano. Paralelo a isso, o treinador Fahel Junior (foto) ainda procura um estilo de jogo e uma equipe base para o próximo confronto contra os paraibanos.

Com nenhum ponto em duas partidas, o Leão Sergipano é o vice-lanterna do Grupo A4, ficando a frente do Vitória da Conquista apenas no saldo de gols. Bahia de Feira, Coruripe e Treze dividem a liderança com 6 pontos.













comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia