WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
novo uniao supermercados








junho 2024
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

drupal counter

:: ‘Atlético’

Souza é expulso, Atlético-PR vira sobre a Lusa e deixa a zona de rebaixamento

Uol

300x192_2013-07-27_fcc5417446

O Atlético-PR buscou o virada com um gol de Léo no fim e decretou o 3 a 2 sobre a Portuguesa neste sábado, no Canindé, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. A reação aconteceu após a equipe paranaense sofrer a virada no primeiro tempo e ficar com um jogador a mais após o meia Souza ser expulso. O placar tirou o time paranaense da zona de rebaixamento. Por outro lado, a equipe paulista segue lutando contra a “degola.” Manoel, Moisés Moura, Gilberto e Dellatorre completaram o placar.

A Portuguesa entrou em campo com uma homenagem a Djalma Santos. O ex-jogador do clube e bicampeão do mundo com a seleção brasileiro faleceu essa semana. Por conta disso, todos os atletas do clube paulista estampavam em suas camisas o nome do ídolo nacional nas costas.

O jogo começou com a Portuguesa tentando impor seu jogo diante de um Atlético-PR aguerrido. A equipe paranaense procurou estudar a melhor alternativa e chegou a iniciar sua marcação na saída de bola do time paulista aguardando por uma falha.

Os donos da casa saíam em velocidade principalmente com Cañete, Gilberto e Souza. O Atlético-PR não se intimidou e acabou saindo na frente, aos sete. Paulo Baier cobrou escanteio, Luiz Alberto desviou e Manoel colocou a equipe visitante na frente.

A Portuguesa respondeu rapidamente porque, aos onze, foi a vez do time mandante marcar. Souza cobrou escanteio da direita e Moisés Moura cabeceou e deixou tudo igual no Canindé.

O time paulista seguia melhor em campo e conseguiu um pênalti, aos 21, quando Manoel derrubou Bruno Moraes dentro da área. O atacante Gilberto cobrou no meio do gol, no minuto seguinte, para colocar os donos da casa na frente.

O Atlético-PR tinha dificuldade para encontrar seu melhor jogo e passou a ceder contra-ataques ao adversário. Desta maneira, a Portuguesa criou algumas chances e quase marcou o terceiro. No entanto, o placar se manteve e a equipe paulista pôde comemorar a vitória parcial.

A equipe paranaense iniciou a etapa com o meia Elias no lugar do volante Juninho. Por outro lado, a Portuguesa retornou com a mesma formação. Logo no início do segundo tempo, aos três, Souza acertou o travessão e quase ampliou a vantagem do time paulista.

O meia do time paulista, porém, se transformou em vilão ao fazer falta no lateral Léo e ser expulso de campo, aos cinco. A pressão do Atlético-PR aumentou e Lauro precisou fazer excelente defesa, aos 12, após cabeçada de Luiz Alberto.

O empate acabou acontecendo, aos 18, com Dellatorre. O atacante tinha entrado cinco minutos antes e aproveitou cruzamento rasteiro de Marcelo para igualar o marcador. A pressão do Atlético-PR aumentou e Paulo Baier decretou a virada, aos 46 minutos do segundo tempo. Léo encobriu Lauro e bateu no travessão antes de entrar. Paulo Baier ainda empurrou a bola para a rede novamente, mas a arbitragem deu o gol para o lateral.

Homenagem a Djalma Santos marca duelo entre Portuguesa e Atlético-PR

Uol

29dez1952---djalma-santos-chuta-bola-durante-treino-da-portuguesa-1374628252988_300x230

A recente morte de Djalma Santos não passará em branco no duelo entre Portuguesa e Atlético-PR, justamente dois entre os apenas três clubes que o craque defendeu em sua carreira. A homenagem, porém, ainda é mantida em sigilo.

Mas depois do apito inicial, o clima promete ser quente. Lusa e Atlético-PR já não estavam bem das pernas antes da paralisação do Brasileiro, e a situação de ambos conseguiu ficar ainda pior depois que a Série A foi reiniciada. As equipes não venceram mais e com isso já figuram no Z-4.

“Sempre contamos os jogos em casa como os de maior chance de vitória, pela ofensividade da equipe e pelo apoio do nosso torcedor. São dois jogos contra equipes parelhas com a nossa e o que esperamos é fazer um grande jogo”. disse Lauro, goleiro da Portuguesa.

“Nossa equipe mostrou que sabe onde quer chegar. A vitória [na Copa BR] foi boa para iniciarmos uma sequência positiva e espero que no jogo contra a Portuguesa o time conquiste um excelente resultado”, falou Vágner Mancini, técnico do Atlético-PR.

468x60_simonassi12

América-RN bate Atlético-GO fora de casa na estreia de Argel Fucks

Terra

atletico-conde-1-2618042468

O técnico Argel Fucks começou bem a passagem pelo América-RN. Em sua estreia, nesta sexta-feira, o treinador comandou uma vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-GO fora de casa, apenas o segundo triunfo do Mecão na Série B do Campeonato Brasileiro.

A equipe de Natal vinha de duas derrotas consecutivas sofrendo quatro gols em cada: o time perdeu por 4 a 0 para o Paraná Clue e por 4 a 2 para o Sport nas últimas rodadas. Para voltar a vencer, o América-RN contou não apenas com a chegada de Argel Fucks, como também com a estreia de Vandinho.

O atacante, que chegou do São Caetano, marcou o único gol do confronto em sua primeira partida pelo novo clube, aproveitando falha do zagueiro Artur após cruzamento de Ernando para balançar as redes.

Assim, o Mecão chega aos nove pontos na Série B do Campeonato Brasileiro, mas segue na penúltima posição da competição. O Dragão, por outro lado, é o nono colocado com 13 pontos

Atlético-GO busca regularidade contra um América-RN sob nova direção

Uol

hsdhashda

Lutando para entrar no G-4 da Série B do Campeonato Brasileiro, o Atlético-GO busca uma regularidade a partir desta sexta-feira, às 21h, contra o América-RN, no Serra Dourada, pela décima rodada da competição nacional. O time goiano tem apenas quatro pontos a menos que o Joinville, quarto colocado. Por outro lado, terá uma equipe que luta para evitar o rebaixamento e trocou seu técnico no início da semana.

O Atlético-GO passou pelo ASA no último sábado, em Arapiraca, por 1 a 0. Anteriormente, tinha vencido o ABC, também fora de casa. Entretanto, acabou perdendo no Serra Dourada para Icasa e Figueirense.

Penúltimo colocado com apenas seis pontos, o América-RN vive uma situação complicada na Série B porque mesmo com uma vitória nesta sexta não deixará a zona de rebaixamento. O Ceará, primeiro time fora da “turma da degola” tem quatro pontos a mais. Essa semana a diretoria optou por demitir Roberto Fernandes e contratou o técnico Argel Fucks, que irá estrear no clube potiguar.

A campanha ruim pode ser explicada pelo rendimento ruim do sistema defensivo. O clube potiguar é o que mais sofreu gols (20) da atual edição da competição nacional.

Atlético-MG leva Libertadores pela 1ª vez com vitória heroica e “São Victor” nos pênaltis

Uol

poster-do-atletico-mg-campeao-da-copa-libertadores-da-america-2013-1374723684595_615x300

O Atlético-MG conseguiu a façanha transportar o encanto do Horto para o Mineirão. A magia como local da grande campanha na Libertadores se fez presente na decisão desta quarta-feira, quando o time de Cuca reverteu a vantagem do Olimpia, conquistada na ida no Paraguai. Diante de mais de 60 mil brasileiros, a equipe de Ronaldinho e Bernard venceu no sufoco por 2 a 0 para ser campeão da América pela primeira vez na história. A taça veio nos pênaltis, graças a mais uma atuação decisiva de “São Victor”.

O goleiro que já havia brilhado em pênaltis contra Tijuana e Newell’s aumentou sua lista de defesas decisivas, parando a cobrança de Miranda – mas se adiantando na pequena área. Gimenez errou a última cobrança, e os brasileiros venceram finalmente por 4 a 3, sem necessidade de Ronaldinho Gaúcho ir para o último disparo.

O título coroa a carreira de Cuca, que celebrou deixar para trás a fama de azarado. Ronaldinho Gaúcho também acrescenta mais uma taça continental a uma galeria que já tinha uma Liga dos Campeões. Afinado com a cúpula da CBF, o presidente Alexandre Kalil é outro que festeja seu momento mais importante dentro do futebol.

Desta forma, a geração de Ronaldinho, Bernard, Tardelli, Jô e Victor se junta de vez à galeria de ídolos históricos do Atlético-MG, como Dadá Maravilha, Reinaldo, Éder e Toninho Cerezo. Com o título mais importante da história do clube, essa turma agora sonha em desafiar o poderoso Bayern de Munique no Mundial da Fifa no fim do ano.

De quebra, o título histórico serve para tirar das costas de Cuca uma injusta pecha de azarado. O técnico gaúcho termina a Libertadores com boa parte dos méritos pela formação de um time ofensivo e equilibrado, que conquistou a simpatia de muitos brasileiros – e a torcida contra dos rivais cruzeirenses.

Este é o primeiro título do futebol brasileiro como o novo Mineirão como cenário. Os atleticanos brigaram para jogar a final no Independência, estádio talismã, palco de uma campanha de êxitos inesquecíveis contra Tijuana e Newell’s. Mas, no final das contas, o tamanho da façanha do time de Cuca merecia o gigantismo e o carisma de uma arena como a da Pampulha.

Antes de jogo, Tite põe Corinthians e Atlético-MG entre melhores do Brasil

Terra

titechutamatsu

O Atlético-MG enfrenta o Corinthians no Estádio do Pacaembu neste domingo com uma equipe reserva, mas Tite acredita em confronto difícil de qualquer maneira. Na visão do treinador alvinegro, independentemente de o rival poupar titulares devido à decisão da Copa Libertadores da América, a partida será bem disputada e boa de ser acompanhada pela qualidades dos dois lados.

Para o treinador, paulistas e mineiros estão entre os melhores clubes do país nos últimos anos. Ele, porém, lembra que é impossível o rival não pensar na primeira final da competição sul-americana – ao mesmo tempo em que seus próprios jogadores pensarem mais no São Paulo, rival da decisão da Recopa Sul-Americana na próxima quarta-feira.

“Não dá para mentir, as decisões têm um peso maior. Mas também quero ver do outro lado. São duas das equipes que estão apresentando melhor nível e regularidade no futebol brasileiro. Você pega os quatro melhores do Brasil, as duas estão. Esse ingrediente por si só fala da importância que tem o jogo. São dois grandes elencos”, avaliou o treinador, que elogiou a chegada do adversário à final da Libertadores.

“Um elogio ao Cuca, um elogio ao (presidente Alexandre) Kalil. Uma equipe vitoriosa não se faz com 11 jogadores, ganha-se com o grupo. A equipe, o grupo é forte, assim como o nosso é muito forte. Não tem Douglas, não tem Renato, não tem Danilo, se eles têm alguma chance de ir para o jogo, mas nem por isso ficamos fragilizado. Podemos jogar com o Ibson numa posição que não é a melhor, mas vou precisar dele. É assim”, completou Tite.

Em 2012, o Corinthians fez o mesmo antes de encarar o Boca Juniors no Estádio de La Bombonera. Na ocasião, a equipe alvinegra recheada de reservas bateu o rival Palmeiras.

Lutar, lutar, lutar! Atlético-MG bate Newell’s nos pênaltis e vai à final

Globo Esportes

guilherme_gol_ap.jpg_95

Lutar, lutar, lutar! Para vencer, vencer, vencer! Mais do que uma canção, a mensagem embutida no hino do Atlético-MG foi uma ordem para time e torcida nesta histórica noite de quarta e madrugada de quinta-feira no Independência. Vitória por 2 a 0 no tempo normal e posterior triunfo nos pênaltis, por 3 a 2, colocaram o Galo na final da Libertadores da América pela primeira vez.

Victor, desde já eterno, foi novamente salvador. Pegou o último pênalti, de Maxi Rodríguez, e garantiu a classificação – como fizera contra o Tijuana nas quartas de final.

Bernard, logo com três minutos, fez o primeiro gol do Atlético-MG. Havia uma eternidade para encontrar pelo menos mais um. E ele saiu no final, após um apagão no estádio, com Guilherme. Nos pênaltis, em um drama sem igual para a torcida alvinegra, Alecsandro, Guilherme e Ronaldinho Gaúcho fizeram, Jô e Richarlyson perderam e Victor pegou a última batida – depois de Casco e Cruzado também errarem.

ccancer

Eleições no Atlético de Alagoinhas, duas chapas concorrem

Site do Atlético

IMAGEM_NOTggICIA_5

Está marcada para o dia 12\07\2013 às 19hs no Hotel Absolar a eleição para escolha da nova diretoria do Alagoinhas Atlético Clube.

Duas chapas jé estão formadas, uma é do Theo que fazia parte da diretoria na gestão de Ferreira e a outra é do velho conhecido da torcida Carcará, o experiente Raimundo Queiroz.

Quem assumir o time atleticano terá uma dura missão pela frente, arrumar a casa após o rebaixamento e levar de volta o clube para a elite do futebol baiano em 2014.

banner1

Atlético-MG vence Criciúma, deixa Z-4 e ganha moral para decidir na Libertadores

Uol

jogadores-do-atletico-mg-comemoram-gol-na-vitoria-sobre-o-criciuma-por-3-a-2-pelo-brasileirao-772013-1373243532001_300x300

Com um time formado em sua maioria por reservas, o Atlético-MG venceu o Criciúma, por 3 a 2, neste domingo, no Independência, deixou a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro e vai com moral para duelo decisivo pela Libertadores. O time catarinense sofreu a segunda derrota seguida e entrou no Z-4.

Com a vitória, o Atlético, que iniciou a partida na penúltima colocação, subiu para o 13º lugar com sete pontos. Foi a segunda vitória do time mineiro em seis jogos pela competição nacional. O Criciúma permaneceu com seis pontos e caiu para a 17ª posição, passando a ocupar a zona de rebaixamento.

468x60_simonassi12

Grêmio empata com Atlético-PR na estreia de Renato Gaúcho

r7

Barcos 450

Buscando uma sequência positiva dentro do Campeonato Brasileiro 2013, o Atlético Paranaense ficou no empate com o Grêmio, em 1 a 1, na Vila Capanema, em Curitiba. Com o resultado, o Rubro-Negro fica com seis pontos, ainda longe dos líderes e próximo da Z-R, enquanto o time do técnico Renato Gaúcho, com nove pontos, segue fora do G-4.

Depois de um primeiro tempo em branco e um jogo truncado, a movimentação melhorou na parte final. Até que, aos 32 minutos do segundo tempo, Pedro Botelho invadiu a área e fuzilou para abrir o placar. Mas, aos 38 minutos, Barcos acertou um bom chute para deixar tudo igual.

Na próxima rodada, o Atlético Paranaense terá o clássico diante do Coritiba, domingo, no Estádio Couto Pereira. Já o Grêmio encara o Botafogo, no mesmo dia, na Arena, em Porto Alegre.













comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia