WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
novo uniao supermercados








junho 2024
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

drupal counter

:: ‘titulo’

Vila da Conquista pronto para buscar o primeiro título no Campeonato Municipal

Por Luciano Pina

DSC_2631

A equipe do Vila da Conquista está pronta para buscar o primeiro título de campeão do Campeonato Municipal de Futebol, organizado pela LCDT.

Na sua história o Vila ostenta apenas o título de campeão do Campeonato Interclubes, em 2006, promovido pela Mentora Conquistense. A decisão foi contra o time do Íris Sport. Na primeira partida o Vila venceu por 1 a 0 e outra por 2 a 0.

Para a disputa da competição, o Vila manteve alguns jogadores do elenco passado e se reforçou com a chegada de outros atletas.

Confira o elenco: Goleiros; Bruno, Eduardo, Ivanilton – Laterais; Luis, Deivid, Siló, Dey – Zagueiros; Aelio, Sélio, Zé Marck, Gílson. – Volantes; Alequinho, Raimundo, Vanderley, Gilmar,- Meias; Gão, Lucas, Maicon, Alex, Ramon. – Atacantes; Danilo, Diney, Erivelton, Johnny. – Comissão Técnica Treinador; Xinxa – Auxiliar; Valter – Massagista e Roupeiro; Léo, Jai – Presidente Istenio Trindade.

O Vila estreia contra o Comercial, neste domingo (6), as 08h45, no estádio Murilão.

unimarc-modelo-4

Bahia e Serrano decidem quem continua na briga pelo título

Por Luciano Pina

estadual-baiano-aovivo-bahia-serrano

Não há mais espaço para erros para Bahia e Serrano, dois dos semifinalistas do Campeonato Baiano. É chegada a hora da decisão. Neste sábado, às 16h (horário de Brasília), na Arena Fonte Nova, as duas equipes medem forças para saber quem avança mais um passo em direção à decisão da competição. O objetivo: o cobiçado troféu de campeão estadual. Na primeira partida entre as equipes, na última quarta, em Teixeira de Freitas, empate em 1 a 1. Em caso de nova igualdade, o Bahia fica com a vaga. Qualquer das equipes que vencer por qualquer placar garante um lugar na disputa pelo título.

Apesar de não ter feito uma grande partida no jogo de ida contra o Serrano, o Bahia chega com o moral lá em cima e o status de favorito absoluto para o confronto. Isso porque, além de ter um elenco mais qualificado, o Tricolor defende uma invencibilidade de nove jogos. Das 16 partidas que fez na temporada, a equipe de Marquinhos Santos perdeu apenas três. Nem por isso o adversário deste sábado merece ser subestimado. O treinador tricolor já deixou claro que vai escalar força máxima para a partida.

Fernando Schimidt,presidente do Bahia, destacou a importância da força da torcida e da conquista do título após o período de mudanças no clube. “A expectativa é a melhor possível. O time está preparado, voltou de Teixeira de Freitas em 1h30, contará com a volta de alguns atletas e terá o apoio da Nação Tricolor. Vamos com tudo em busca da decisão. A conquista do título representará a confirmação dentro de campo deste novo momento vivido pelo clube, desde setembro, quando foi iniciada a gestão. As mudanças e reestruturações promovidas precisam ser coroadas com o 45º Estadual para a galeria de troféus do Bahia. A situação dará mais tranquilidade a atletas, comissão técnica e direção rumo à disputa do Campeonato Brasileiro”, encerrou.

O Serrano tem uma tarefa daquelas: derrotar o Bahia, maior vencedor do estado, em plena Arena Fonte Nova. Como não conseguiu fazer o dever de casa em Teixeira de Freitas, à equipe mongoió só a vitória interessa. E olha que o time até saiu na frente com Geremias, mas permitiu o empate dos visitantes, que marcaram com Jeam.

José Alfredo, presidente do Serrano, está confiante na classificação. “Reconhecemos que é difícil surpreender o Bahia na Arena Fonte Nova. Além disso, perdemos alguns jogadores para essa decisão. Mas, estamos concentrados e confiantes. Hoje temos duas torcidas. Estamos buscando um título inédito para o clube, o que dará alegrias à Teixeira de Freitas e Vitória da Conquista”, disse.

A partida terá arbitragem de Johnn Herbert Alves Bispo. Ele será auxiliado por Adaílton José Jesus da Silva e Jucimar dos Santos Dias.

Campeão do Guarani, Ponte Preta almeja título no Campeonato Municipal

Por Luciano Pina
Foto Esportes do Sudoeste

Time do ano passado

Time do ano passado

Após conquistar o título do Campeonato do Guarani, a Ponte Preta almeja conquistar pela primeira vez o troféu de campeão do Campeonato Municipal de Futebol organizado pela LCDT.

Para isto, o time que representa o bairro Pedrinhas manteve quase o mesmo elenco que chegou nas fases finais do ano passado e se reforçou com mais alguns jogadores.

Confira os atletas da Ponte:

Goleiros: Maurício e Edílson – Laterais Direito: Arlan e Miltinho – Laterais Esquerdo: Jean e Felipe – Zagueiros: Dai, Sidivaldo, Adriano e Tiago – Volantes: Zé Grilo, Elano e Pilunga – Meias: Lucas, Fagner, Nandinho e Lilinha – Atacantes: Léo, Binho, Nato, Vanderlei, Rodrigo, Bidola e Mateus – Comissão Técnica: Tizé, Zéu, Ivan, Evandro e Reginaldo.

O time está no Grupo B com: Moicana, Comercial, Íris Sport, Beira-Mar, Vila da Conquista e Botafogo.

A estreia será no dia 05/04, jogam Beira-Mar e Ponte Preta, as 15h45, no Murilão.

unimarc-modelo-4

São Sebastião e Baixa do Cedro iniciam disputa pelo título do Ruralzão de Planalto

Por Luciano Pina

ruralzao1-418x215-300x154

As equipes do São Sebastião e Baixa do Cedro iniciam neste domingo (16), as 15h30, no estádio municipal de Planalto a disputa pelo título de campeão do Campeonato Ruralzão de Planalto.

A programação já começa às 10 horas, com o um torneio entre as escolinhas do Pânico e Nota 10 de Planalto e Escolinha do Flamengo de Lagoa das Flores e Escolinha de São Sebastião. Na sequência às 14 horas, será a vez do futebol feminino entre o time de Lucaia contra a equipe de Itapirema.

A segunda partida entre São Sebastião e baixa do Cedro, que decide o título está programada para o próximo domingo (23), as 15h30.

A organização espera um grande número de torcedor para prestigiar o evento.

Vitória tem vantagem na luta pelo título do Baianão

Tribuna da Bahia

IMAGEM_NOTICIA_3

Líder absoluto da 2ª Fase do Campeonato Baiano, com 16 pontos ganhos, único time ainda invicto na competição da FBF, o Vitória leva, por enquanto, ampla vantagem sobre os demais clubes na corrida pela conquista do título do Campeonato baiano de 2014, o ano da Copa do Mundo no Brasil.

Se o time do técnico Ney Franco vencer o próximo jogo contra o Juazeirense, domingo, dia 16, em Salvador, no Estádio do Parque de Pituaçu, ele estará automaticamente classificado em 1º lugar, independente dos outros resultados das duas últimas rodadas, e jogará por dois empates nas semifinais (muito provavelmente contra o Vitória da Conquista).

Num trabalho de pesquisa e projeção do professor e estatístico Marcelo Lopes Monteiro, se o Vitória além de ganhar do Juazeirense, pelo menos empatar com o Bahia no Ba-Vi do dia 23, na Arena Fonte Nova, do ponto de vista matemático, o time Rubro Negro faria 20 pontos na 2ª fase, e supondo que ele apenas empate os dois jogos na semifinal ele terminaria com 22 pontos, e mesmo que o Bahia ganhe domingo o Vitória da Conquista e as suas duas partidas nas semifinais, faria no máximo 21 pontos no total.

Dentro desta perspectiva do Vitória só vencer domingo a Juazeirense, e empatar as duas partidas das semifinais, e o Bahia vencer seus três próximos jogos, ainda assim o time do técnico Ney Franco entraria com vantagem nas finais e jogaria os dois Ba-Vis, o primeiro na Arena Fonte Nova e o segundo no Parque de Pituaçu, por dois empates para obter mais um título baiano.

“Em resumo: basta vencer mais um jogo e empatar os outros cinco, que seremos campeões”, completa o estatístico e torcedor do Rubro-negro, professor Marcelo Lopes Monteiro

Na estreia de Pato, São Paulo inicia busca por taça inédita ante CSA

Gazeta Esportiva

t_108517_alexandre-pato-faz-sua-estreia-com-a-camisa-do-sao-paulo-na-partida-contra-o-csa-nesta-quarta

A tão esperada estreia de Alexandre Pato com a camisa do São Paulo está agendada para esta quarta-feira, às 22 horas (de Brasília), diante do CSA. A partida no estádio Rei Pelé, em Maceió, marcará o início da campanha do time do técnico Muricy Ramalho pelo título inédito da Copa do Brasil.

O Tricolor tem mistério para o confronto. O treinador programou a entrada de Alexandre Pato, que ficou por mais de um mês apenas treinando no CT da Barra Funda, já que não pôde atuar no Paulistão. Porém, quem perderá a vaga para a entrada do reforço não foi desvendado pelo técnico, e o atacante prefere não dar sua opinião sobre a formação do time.

“Isso é mais com a comissão técnica, que vai decidir quem vai jogar e quem não vai. Só tenho de fazer aquilo que eles me pedem, treinando ao máximo. Infelizmente, ainda não pude jogar, mas terei minha primeira partida e deixo para o treinador decidir”, afirmou.

Fora da Copa Libertadores da América, o Tricolor coloca a Copa do Brasil como um dos grandes objetivos no ano, até porque o clube nunca conquistou o torneio de mata-mata. Se conseguir a vitória por dois ou mais gols no estádio Rei Pelé, o São Paulo ainda eliminará a segunda partida, que está prevista para 9 de abril, no Morumbi.

Já o CSA tem a missão de pelo menos levar a decisão para a capital paulista. O time mandante está animado, depois de ter conquistado sua primeira vitória no Campeonato Alagoano no fim de semana, com a goleada por 7 a 1 sobre o CSE.

Outros jogos:
19h30
Vilhena-RO x Palmeiras-SP
20h30
Flamengo-PI x Atlético-GO
Juazeiro-BA x Tupi-MG
Tombense-MG x Treze-PB
Desportiva-ES x ABC-RN
Interporto-TO x Sampaio Corrêa-MA
São Luiz-RS x Nacional-AM
Sergipe-SE x Náutico-PE
Goianésia-GO x Grêmio Barueri-SP
21h30
Rondonópolis-MT x CRB-AL
Náutico-RR x Ponte Preta-SP
22h00
Remo-PA x Internacional-RS

unimarc-modelo-4

Bahia celebra 25 anos de título brasileiro e bate o Inter na Fonte Nova

Globo Esportes

19022014_jogo88_thiago

Dezenove de fevereiro. Para muitos, apenas uma data. Para os torcedores do Bahia, a representação de uma grande conquista. Há 25 anos, o Tricolor empatava com o Internacional em 0 a 0, em Porto Alegre, e se consagrava campeão brasileiro pela segunda vez na história. Para comemorar a data, foi declarado nesta quarta-feira o ‘Dia do Bahia’, com torcedores convidados a sair nas ruas com a camisa do clube, exibir bandeiras na janela de casa e declarar abertamente o amor pelo Tricolor.

O aniversário do título também foi comemorado com um jogo festivo que serviu de preliminar para o duelo entre Bahia e Vitória da Conquista e que contou com a participação dos jogadores que atuaram no confronto de 1989. Antes de a bola rolar, o placar da Arena Fonte Nova exibiu o placar da partida realizada há 25 anos. Logo em seguida, João Marcelo, Charles, Paulo Rodrigues, Zé Carlos e Sandro desfilaram pelo gramado do estádio que servirá de sede para jogos da Copa do Mundo deste ano e fizeram com que a torcida azul, vermelha e branca se lembrasse do dia em que, na base da raça, técnica e coração, o Bahia conquistou o Brasil.

A forma física dos ‘atletas’ já não era a mesma de 25 anos atrás. Mais rechonchudos, os jogadores de Bahia e Inter não tinham a mesma mobilidade de 1989. A reação da torcida, no entanto, era idêntica à do título brasileiro. Das arquibancadas da Fonte Nova, gritos surgiam em cada lance de efeito. Toda disputa de bola era comemorada como um gol. As chances criadas eram acompanhadas de sonoros aplausos.

Tudo indicava que o jogo terminaria em 0 a 0, assim como 1989. No entanto, no fim do segundo tempo do confronto, Zé Carlos converteu um pênalti sofrido por Dico Maradona. A partida terminou em seguida, com o placar de 1 a 0, mas os jogadores não deixaram o campo. Juntos, tricolores e colorados se uniram no gramado. Os atletas do Bahia ainda foram homenageados com placas alusivas ao título e, com o troféu de campeão brasileiro em mãos, comemoraram com a torcida. Era ‘Dia do Bahia’ reviver glórias. ‘Dia do Bahia’ recordar o passado. ‘Dia do Bahia’ fazer a festa do torcedor. Simplesmente ‘Dia do Bahia’.

Ex-atacante do Crato comemora título e artilharia no futebol baiano

Diário do Nordeste

Alemão

Depois de duas boas passagens pelo Crato e uma frustrada no Guarani de Juazeiro, o atacante Alemão está fazendo sucesso no futebol baiano. O jogador ajudou o Serrano a conquistar o título da primeira fase do Campeonato Baiano e uma vaga na Copa do Nordeste do ano que vem. “Estou bem aqui na Bahia, fui campeão (da 2ª Divisão) ano passado pelo Galícia e agora essa conquista com o Serrano”, comentou Alemão.

Aos 28 anos, este pernambucano de Jaboatão dos Guararapes comemora um dos melhores momentos na carreira. Com quatro gols em cinco jogos, Alemão é o artilheiro do time e está a apenas um gol do atacante Kleuber, da Catuense. “Fiquei fora de três jogos por uma suspensão e ainda tive dois gols legítimos anulados”, acrescentou.

Na abertura da segunda fase do Campeonato Baiano, o Serrano enfrenta o Vitória, em Teixeira de Freitas. “Jogo bom, nosso time está bem e espero continuar marcando os gols”, disse Alemão.

DESTAQUE – O meia Narciso, que conquistou a Taça Fares Lopes pelo Guarani de Juazeiro em 2012, é companheiro do atacante Alemão no Serrano e teve atuação destacada na vitória sobre a Catuense. O ex-rubronegro marcou os dois gols da vitória por 2 a 1.

Bahia e São Francisco do Conde decidem título do Baiano feminino

Ibahia

RTEmagicC_BahiaBahiaFeminino

O time feminino do Bahia está na final do campeonato baiano da categoria e vai enfrentar a tão temida equipe do São Francisco do Conde, que conquistou os últimos 11 estaduais. Comandando pelo técnico Quinho, o Tricolor goleou o Lusaca por 11 a 0 no jogo de volta, em Terra Nova – na ida, o Esquadrão já havia vencido por 5 a 0.

Artilheira da competição com 16 gols, a capitã Fabi anotou duas vezes. Ceará (3), Milena Bispo, Grace, Formiga, Carol, Kailane e Bruna completaram o placar. Esta foi a oitava vitória do Bahia em oito jogos disputados no estadual. Para chegar à final, o São Francisco eliminou o Vitória da Conquista. Venceu os dois jogos pelo mesmo placar: 8 a 0. O time do interior também tem uma campanha de oito vitórias em oito jogos.

As duas finais do Baianão serão realizadas nos dias 28 de dezembro de 2013 e 5 de janeiro de 2014. A Federação Bahiana de Futebol (FBF) divulgará nesta segunda-feira (23) a tabela com locais e horários dos jogos decisivos.

É campeão! Brasil vence a Sérvia e conquista seu primeiro título mundial

Globo Esportes

brasil-campeao-handbol-efe

Essa é uma história de dedicação, luta, derrotas, vitórias e sonhos. E não poderia ter outro fim. A primeira medalha do handebol brasileiro em mundiais não é de bronze, nem de prata. É de ouro. Diante de uma Arena Belgrado fervendo e barulhenta, contra 20 mil torcedores e mais sete rivais em quadra, as meninas do Brasil não se intimidaram. Vibraram quando tinham que vibrar. Fizeram faltas quando foi necessário. Reclamaram da arbitragem. E jogaram. Jogaram muito. Frias, Alexandra e cia. calaram a Sérvia, venceram por 22 a 20 e entraram para a história da modalidade no país, conquistando o título mundial de forma invicta. Mais cedo, a Dinamarca derrotou a Polônia e garantiu o bronze.

A vitória diante das sérvias foi a segunda no Mundial, a nona em nove jogos na competição, para não deixar dúvidas sobre a conquista invicta. Para completar, Babi ainda entrou para a seleção do Mundial como a melhor goleira, e Duda foi eleita a MVP (sigla em inglês para jogadora mais valiosa) da competição. Alexandra Nascimento, atual melhor do mundo, foi a artilheira da decisão com seis gols anotados.

Desde 1995, com a Coreia do Sul, uma seleção fora da Europa não conquistava o Mundial feminino. O ouro no peito coroa um projeto iniciado há quatro anos pela Confederação Brasileira de Handebol, com a contratação do técnico dinamarquês Morten Soubak, comandante da impecável campanha nas quadras sérvias. E, com Rio 2016 na mira, o feito credencia o Brasil ao posto de candidato real a uma inédita medalha olímpica na modalidade.













comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia