WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
novo uniao supermercados








junho 2024
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

drupal counter

:: ‘árbitro’

Dirigente do Sousa diz que árbitro José Renato estava mal intencionado

Globo.com

Durante o segundo tempo do jogo entre Sousa e Campinense, realizado na noite desta quarta-feira e válido pela primeira partida da final do Campeonato Paraibano, o supervisor de futebol do Dinossauro, Rafael Abrantes, afirmou que o árbitro José Renato estava mal intencionado. A declaração do dirigente aconteceu momentos antes do presidente sousense Aldeone Abrantes, ter invadido o campo e reclamado do árbitro. O confronto aconteceu no Estádio Marizão, em Sousa, e durante a confusão o placar já era de 1 a 1 (que acabou sendo o resultado final).

De acordo com Rafael, José Renato não marcou dois pênaltis à favor do Alviverde, além de distribuir cartões amarelos para a equipe sertaneja, dificultando a vida do técnico Suélio Lacerda para o próximo jogo, em Campina Grande.

Sousa e Campinense vão se enfrentar mais uma vez no domingo, no Estádio Amigão, em Campina Grande. Com mais um empate, o título vai para a Raposa. Já o Sousa precisa vencer para ser campeão.

Para dirigentes baianos, erro de árbitro a favor de São Paulo tem a ver com briga na CBF

Radar de Notícias
Informações do blog do Perrone

Nos bastidores, dirigentes baianos se queixam de que o Bahia de Feira de Santana foi prejudicado contra o São Paulo por pertencer a um Estado que se rebelou na CBF.

Os cartolas estão inconformados com o erro do juiz Marcos André Gomes da Penha, que marcou pênalti inexistente quando a partida da última quarta, pela Copa do Brasil, estava empatada. De quebra, o Bahia teve seu goleiro expulso pela infração que não cometeu. Para os dirigentes baianos, a falha e a expulsão desmoronaram o time, que perdeu de 5 a 2.

Na opinião dos baianos, o árbitro já entrou pressionado por apitar a partida entre o principal aliado da CBF atualmente e o integrante de uma federação rebelde. Rio, Minas, Paraná e Rio Grande do Sul estão ao lado dos baianos contra o domínio paulista na confederação.

Por esse raciocínio, na dúvida, o árbitro sempre tenderá a pender para o time amigo da confederação em prejuízo a quem está ligado à oposição. Apesar da revolta, os baianos querem evitar manifestações públicas. Temem retaliações como suspensões aplicadas pelo STJD a quem rasgar o verbo.

Árbitro marca, mas anula dois pênaltis em Pituaçu

Tribuna da Bahia

Dizem que árbitro não volta atrás na marcação de pênalti. Marcou, está marcado. Mas ontem foi 1° de abril, e, no “Dia da Mentira”, tudo pode acontecer. Como aconteceu durante o jogo entre o Bahia x Serrano, no Estádio de Pituaçu, quando o árbitro central Ademilton Piedade Carijé (foto) resolveu contrariar a filosofia popular.

O Bahia abriu a vantagem de três gols no jogo, mas a empolgação do torcedor tricolor acabou quando o árbitro Carijé resolveu ser o protagonista do jogo. Aos 34 minutos do primeiro tempo, Rodrigo sofreu um pênalti marcado por William Mateus.

O juiz marcou a infração, mas voltou atrás, ao reparar que o assistente marcou impedimento. Mas, na verdade, não houve impedimento, o lance era pênalti a favor do Serrano. Mas essa foi a primeira de muitas trapalhadas da arbitragem. No segundo tempo, aos 15 minutos, Felipe Adão caiu na grande área.

O lance rendeu um pênalti e um cartão amarelo para Coelho. Mas a penalidade mas uma vez foi revogada. Carijé consultou o assistente, e anulou a marcação e o cartão.

Ainda no segundo tempo, os jogadores do Serrano reclamaram de outro pênalti em cima de Felipe Adão, que foi derrubado por Donato, mas o árbitro desconsiderou o lance e mandou a partida seguir. Com essas e outras confusões da arbitragem, a partida foi encerrada em 3 a 2 para o Bahia.

Bom árbitro no jogo Serrano x Vitória valoriza espetáculo

Blog da Resenha Geral
Foto: Blog Bahêa

Manoel Nunes Lopo Garrido realizou no Lomantão, na última 4ª feira (29), no jogo Serrano 1×0 Vitória, comandou uma das melhores arbitragens de jogos oficiais realizadas no Estádio Lomanto Junior.

Foi preciso, correto nas interpretações de lances polêmicos, e não se intimidou diante das pressões dos jogadores do E.C Vitória. Dois atletas do rubro-negro da capital foram expulsos, o que é raro no futebol baiano quando a dupla BA-VI enfrenta times do interior.

Daí a explicação porque Garrido integra o quadro de árbitros da FIFA. O presidente da FBF, Ednaldo Rodrigues, tem dedicado atenção especial para tentar reduzir os erros constantes que são cometidos pelos árbitros, que têm auxiliado o E.C Bahia e o E.C Vitória em jogos do certame. Quando erram, geralmente penalizam as equipes interioranas.

Na administração de Rodrigues, a frente da FBF, o Colo-Colo de Ilhéus e o Bahia de Feira de Santana, conquistaram títulos de campeões do campeonato estadual em função de arbitragens imparciais.

Árbitro Rodrigo Cintra confirma presença no Baiano

Tribuna da Bahia

No segundo teste de avaliação física para o quadro de árbitros da FBF- Federação Bahiana de Futebol, realizado no sábado, no campo do SESI de Simões Filho, houveram 51 inscritos, sendo que 70% foram aprovados. Entre eles, o paulista Rodrigo Martins Cintra, eleito o melhor árbitro do Campeonato Baiano de 2011, que desta forma se habilita a dirigir os jogos do Estadual de 2012.

Rodrigo Cintra, que no ano passado oficializou sua transferência da Federação Paulista de Futebol para a Federação Bahiana, atualmente está morando em Natal, no Rio Grande do Norte, onde exerce a função de Secretário da SECOPA – Secretaria Municipal da Juventude, Esporte, Lazer e Copa do Mundo. Com 35 anos, o árbitro paulista disse que jamais pensou em abandonar a carreira, e que as funções na capital potiguar são passageiras, e que tão logo seja concluído seu trabalho, volta a morar em Salvador.

“O futebol faz parte do meu eu, da minha vida. Me preparei para o teste de avaliação, mostrei que estou condicionado, e vou lutar pelo bi, o título de melhor árbitro do futebol baiano em 2012”, disse Rodrigo Martins Cintra, que só deve trabalhar nos jogos do Estadual nos finais de semana, quando estará na capital baiana.

Árbitro se atrapalha e erra vencedor na súmula de clássico entre Vasco e Botafogo no Brasileirão

R7

O árbitro carioca Antônio Frederico de Carvalho Schneider se atrapalhou na hora de escrever a súmula da partida entre Vasco e Botafogo, disputada no último domingo (13) no Engenhão. Schneider apontou o Botafogo como vencedor da partida por 2 a 0. O placar ele acertou, mas errou o time.

Com gols de Fellipe Bastos e Dedé, o Vasco foi na verdade o vencedor da partida. Na súmula, o árbitro ainda relatou a expulsão do meia vascaíno Rômulo. De acordo com Schneider, o jogador levou o cartão vermelho por gritar palavrões após a marcação de uma falta.

Árbitro baiano apita final entre Uruguai e Paraguai no Monumental de Nuñez

Globo Esportes

Sálvio Spínola durante o jogo entre Peru e Chile: brasileiro apita a final da Copa América (Foto: AP)

O Brasil está na final da Copa América. Mas de preto. A Conmebol divulgou nesta quinta-feira que o baiano Sálvio Spínola será o árbitro da decisão do torneio entre Uruguai e Paraguai, domingo, no estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires.

O juiz, que apitou dois jogos na competição sul-americana até agora (Argentina 0 x 0 Colômbia e Chile 1 x 0 Peru), ambos na primeira fase, será auxiliado pelo brasileiro Márcio Santiago e pelo chileno Francisco Mondría.

Perguntado se um árbitro do Brasil, onde o futebol “corre menos solto” do que no restante da América do Sul, poderia ser um problema para o estilo viril uruguaio, o volante Arévalo respondeu:

– Não me preocupa ter um árbitro brasileiro na final. A Copa América teve jogos muito duros até agora e os juízes mostraram os cartões que tinham que mostrar. Estamos tranquilos e vamos jogar da nossa maneira sem se preocupar com a arbitragem, como fizemos até agora – disse o atleta do Botafogo,

“>

Paulista Cleber Abade apita final entre Vitória x Bahia de Feira

Galáticos Online

A Federação Bahiana de Futebol (FBF) divulgou no início da noite desta quinta-feira, 12, a arbitragem da grande final do Campeonato Baiano 2011, entre Vitória e Bahia de Feira, no próximo domingo, 15, no Barradão.

O paulista Cleber Wellington Abade, que não é do quadro da FIFA, será o árbitro central da partida. O juiz concorreu no sorteio com o paranaense Evandro Rogério Roman, da FIFA.

Abade terá como assistentes o paranaense Roberto Braatz e o pernambucano Erick Bartholomeu Bandeira, ambos da FIFA. O paulista Rodrigo Martins Cintra e o baiano Diego Pombo Lopez representarão a FBF como quarto e quinto árbitros, respectivamente.

CBF sorteia árbitros dos jogos de volta das quartas da Copa do Brasil

Globo Esportes

A CBF sorteou na tarde testa segunda-feira os trios de arbitragem para os jogos de volta das quartas de final da Copa do Brasil.

A partida entre Ceará e Flamengo, quarta-feira, às 21h50m, no Estádio Presidente Vargas, será apitada por Sandro Ricci, do Distrito Federal. Os auxiliares serão Roberto Braatz, do Paraná, e Marrubson Freitas, de Brasília.

Palmeiras x Coritiba, também na quarta, no mesmo horário, terá o pernambucano Nielson Dias, auxiliado pelo também pernambucano Jossemar Moutinho e Márcia Caetano, de Rondônia.

O jogo entre Avaí e São Paulo, quinta-feira, às 21h50m, na Ressacada, terá o juiz gaúcho Márcio Chagas, com os auxiliares Marcelo Barrison e José Calza, ambos também do Rio Grande do Sul.

Já Vasco x Atlético-PR, quinta-feira, às 19h30m, em São Januário, será comandada pelos goianos Elmo Cunha, Cristian Sorense e Márcio Marciel.

Árbitro da confronto Atlético 1 x 0 Bahia relata agressões na súmula

Galáticos Online

Rodrigo Cintra relatou agressão na súmula

Protagonista de uma confusão na partida contra o Bahia, o presidente do Atlético de Alagoinhas, Albino Leite, pode responder à processos judiciais, além de correr o risco de ser banido do futebol.

Após a anulação do gol do Atlético de Alagoinhas, no qual o auxiliar, Alessandro Matos alegou impedimento, mas completamente atrasado, o presidente do clube invadiu o campo e agrediu pelas costas o bandeirinha. Após a partida, a agressão foi registrada na policia. O árbitro da partida, Rodrigo Martins Cintra, não poupou o dirigente e denunciou o presidente na súmula, com isso s situação de Albino Leite se complica cada vez mais.

Confira o que o árbitro citou na súmula:

Aos 30 minutos do segundo tempo, após a marcação de impedimento da equipe do Atlético de Alagoinhas, em marcação correta do meu assistente número um, senhor Alessandro Álvaro da Rocha Mattos, quando os jogadores da referida equipe foram para cima do referido assistente, o presidente do Atlético de Alagoinhas, Albino Leite, partiu para cima do mesmo e com muita força e atingiu fisicamente por trás, com um golpe com braços e pernas, atingindo-o nas costas e derrubando-o ao solo, com muita intensidade.

Informo ainda que segundo o delegado da partida, o infrator passou pelo alambrado para adotar tal postura e que após o incidente, fora conduzido pelo policiamento para a delegacia, onde o árbitro assistente prestou queixa, registrando B.O.













comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia