WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
novo uniao supermercados








junho 2024
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

drupal counter

:: ‘BaVi’

Marcelo de Lima Henrique será o árbitro do Ba-Vi deste domingo

Globo Esportes

arbitro

A arbitragem para o primeiro jogo da final do Campeonato Baiano foi divulgada na tarde desta quinta-feira pela Federação Bahiana de Futebol (FBF). O responsável por comandar o jogo na Arena Fonte Nova será o carioca Marcelo de Lima Henrique.

A definição do árbitro se deu após um sorteio entre Marcelo de Lima Henrique e Péricles Bassols Pegado Cortez, que também faz parte do quadro da Fifa. Os auxiliares que trabalharão na partida são o gaúcho Altemir Hausmann e o carioca Rodrigo Henrique Figueiredo Correa. Os baianos Gleidson Santos Oliveira e Elicarlos Franco de Oliveira, do quadro nacional serão o quarto e quinto árbitros, respectivamente.

A decisão do Campeonato Baiano terá início neste domingo. O primeiro jogo será realizado na Fonte Nova. Por ter feito melhor campanha ao longo da competição, o Vitória tem a possibilidade de fazer a segunda partida dentro de casa e a vantagem de atuar por dois resultados com saldo de gols igual.

SUB-20: Ba-Vi termina no empate de 1 x 1

Futebolbahiano

sub-20 bahia(1)

Se perdeu no profissional, Bahia apenas empatou com Vitória por 1 x 1 em jogo válido pelo Campeonato Baiano Sub-20, realizado hoje à tarde, no Estádio Metropolitano de Pituaçu. Anderson marcou para o Bahia, no primeiro tempo, enquanto Léo, de cabeça, empatou para o Vitória no segundo.

Com o resultado, o Esporte Clube Vitória chega aos sete pontos com dois triunfos, um empate e uma derrota que aconteceu contra para o Fluminense de Feira, por 3 x 2. O Leão é o líder Grupo 3. Serrano vem lá atrás com apenas dois pontos.

O Bahia somou o décimo ponto, fruto de três vitórias e um empate, e agora divide a liderança do Grupo 2 com o Fluminense de Feira. Resta saber, quais os critérios de desempate, já que Bahia e o Touro do Sertão empatam em tudo.

Na próxima rodada, o Bahia enfrenta o Bahia de Feira, já o Esporte Clube Vitória, vai até Vitória da Conquista e no Estádio Lomanto Júnior encara o time da casa, ambos os jogos valem pela décima quarta rodada da competição.

Dupla BaVi vence na 2ª rodada do Baianão Chevrolet

FBF

IMAGEM_NOTICIA_0

Três jogos completaram a segunda rodada da segunda fase do Baianão Chevrolet 2013, na tarde deste domingo (24). No sábado, Botafogo e Vitória da Conquista ficaram no empate por 0x0.

Na partida realizada no estádio Adauto Morais, o Vitória desbancou o Juazeiro por 1×0 e continua na ponta do grupo 2. No clássico de Feira de Santana, quem se deu melhor foi o Feirense, que saiu com o triunfo de 3×1 diante do Bahia de Feira.

Já na despedida do tricolor do estádio de Pituaçu, os comandados de Jorginho venceram o Juazeirense por 2×0 e fizeram a festa da torcida. Após resultado positivo, o Bahia segue também isolado na ponta do grupo 1.

Árbitros baianos ensaiam boicote ao BaVi de domingo

Galáticosonline

Insatisfeitos por terem sido preteridos dos sorteios promovidos pela Federação Bahiana de Futebol (FBF) nos jogos da final do Baianão-2012, os árbitros baianos ameaçam boicotar a partida decisiva do estadual que será realizada no próximo domingo (13), no estádio de Pituaçu entre Bahia e Vitória.

O último BaVi, no Barradão, foi apitado pelo carioca Marcelo de Lima Henrique, gerando profundo descontentamento da chamada ‘prata-da-casa’, a quem coube apenas o lugar de árbitro reserva, ou quarto árbitro. Durante uma prova da CBF realizada em Salvador, nesta terça-feira, os árbitros radicados na Bahia teriam firmado um pacto comprometendo-se a não aceitar atuar como quarto árbitro na decisão do próximo domingo.

O presidente dos Sindicato dos Árbitros, Arilson Bispo da Anunciação (foto), afirmou que desconhece “a rebelião dos árbitros”, mas reconhece a insatisfação da classe. “Eu acho incoerente porque o quarto árbitro é o substituto eventual do árbitro principal”, ironizou.

Para Arilson, a decisão da FBF de ceder à pressão de dirigentes do Bahia e do Vitória para colocar árbitros de fora do estado na decisão é injusta porque os árbitros locais fizeram uma boa temporada. “Foi um ano maravilhoso para a arbitragem da Bahia, se comparado com outras arbitragens como no Rio e em São Paulo, mas vamos nos preparar para outras oportunidades que aparecerem”, finalizou.

Primeiro Ba-Vi termina empatado e Bahia segue com a vantagem

A Tarde

Um jogo muito bom, mas também muito nervoso. Assim podem ser resumidos os primeiros 90 minutos da decisão do Campeonato Baiano 2012, disputados neste domingo, 6, no Estádio do Barradão. Numa partida dramática, Vitória e Bahia não saíram de um emocionante 0 a 0. Com isso, a vantagem para conquistar o título continua nas mãos do Esquadrão de Aço.

Destaque para alternância de bons e maus momentos: o Vitória começou melhor, partindo para cima do arquirrival. No final do primeiro tempo e no começo da etapa complementar, no entanto, a situação do jogo já era outra, com o Bahia melhor e por muito pouco não chegando ao gol. Os minutos finais foram de pura emoção, com o rubro-negro pressionando, embalado pela torcida.

De negativo, apenas uma inesperada expulsão do técnico Paulo Roberto Falcão, por reclamar com o árbitro Marcelo de Lima Henrique, e a confusão generalizada entre os jogadores no final do segundo tempo, motivada por uma discussão entre Fahel, do Bahia, e Leo.

Acalmados os ânimos, a situação da final do Campeonato Baiano é a seguinte: o empate sem gols no jogo de ida dificulta ainda mais a situação do Vitória, que terá que buscar um triunfo, por qualquer placar, na casa do arquirrival. O confronto decisivo acontece no próximo domingo, 13, às 16h, no Estádio de Pituaçu.

Lopes esquece derrota e pensa no clássico BaVi

Ibahia

Lopes agora só pensa no Bahia

Após a derrota por 3 a 1 para o Botafogo-PB na estreia da Copa do Brasil, o time do Vitória realizou um trabalho regenerativo na praia de Manaíra, em João Pessoa, na manhã desta quinta-feira (17). O lema do técnico Antonio Lopes é esquecer a Copa do Brasil momentaneamente e pensar no clássico de domingo (20). “Agora é pensar no BaVi. O jogo de volta fica para depois do clássico”, disse o delegado.

Quem participou da partida, excetuando-se o atacante Edson, que jogou alguns minutos, relaxou na praia. Por outro lado, o restante do grupo que viajou para o duelo correu na areia sob a supervisão do preparador físico Ednilson Sena. O meia-atacante Elkeson, com dores na panturrilha, ficou no hotel, foi medicado e fez um tratamento com o massagista Reginaldo Nunes.

O embarque rubro-negro para Salvador estava marcado para às 15h. O grupo só se reapresenta na tarde de sexta-feira (18), quando Lopes comandará um treino coletivo para definir a equipe de olho no BaVi de Pituaçu. No sábado (19), o elenco realiza apenas um treino técnico pela manhã.

Briga de torcedores marca início do primeiro BA X VI do ano

A Tarde

O encontro de membros das torcidas organizadas Imbatíveis (Vitória) e Bamor (Bahia) na entrada do estádio Manoel Barradas, Barradão, na tarde deste domingo, 6, acabou em confusão.

De acordo com as primeiras informações, os torcedores que foram ver o primeiro BA X VI do ano, se encontraram por volta das 15h e a confusão começou com bombas sendo lançadas dos dois lados em direção ao simpatizantes do time rival. Algumas pessoas ficaram feridas e torcedores foram presos.

Clássico Ba-Vi vale 5 anos de tabu

Tribuna da Bahia

O Ba-Vi, por si só, é um jogo especial. Mas este de amanhã, vai ter alguns atrativos a mais. Pela primeira vez as duas equipes irão se enfrentar com o Bahia na Primeira e o Vitória na Segunda Divisão. Depois de sete anos, o tricolor entra em campo em melhores condições nacionalmente. E, para jogar ainda mais responsabilidade para o lado do Fazendão, o Bahia vai defender uma invencibilidade de cinco anos atuando no Estádio Manoel Barradas.

O tabu no antes temido Barradão conta com nove partidas. Foram seis triunfos do tricolor e três empates – contando jogos do Campeonato Baiano e da Série C do Brasileiro. A última derrota no solo inimigo aconteceu no dia 22 de janeiro de 2006. Era o primeiro clássico do ano e o Vitória ganhou por 2 a 1.

Desde então, apesar da hegemonia histórica, o rubro-negro não sabe o que é festejar um Ba-Vi no Barradão. O Vitória até que venceu como mandante. Foi no dia 24 de janeiro do ano passado, só que como o Manoel Barradas estava passando por reformas, o jogo foi disputado em Pituaçu. :: LEIA MAIS »

Com desfalques, Bahia treina visando ao Ba-Vi

Fonte: A Tarde

O treinador do Bahia, Rogério Lourenço, comandou um treino tático na manhã desta quarta-feira, 2, no Fazendão, visando ao Ba-Vi do próximo domingo, 6, às 16h, no Barradão. Para a atividade, realizada em campo reduzido, Lourenço não pôde contar com seis jogadores.

Lesionados, o meia Zezinho e o volante Lenine não treinaram e estão vetados para o clássico de domingo, já os laterais Ávine e Dodô foram poupados, mas não preocupam o Departamento Médico do clube para a partida. Além deles, o zagueiro Nem e o meia Ramon também não participaram da atividade e apenas correram em volta do gramado para aprimorar a parte física.

Com as baixas no elenco, o técnico tricolor escalou a equipe considerada titular com Tiago; Marcos, Titi, Luizão e Lucas; Marcone, Rafael Jataí, Maurício e Camacho; Gabriel e Souza. No decorrer dos trabalhos, Rogério Lourenço corrigiu o posicionamento dos atletas e testou Willian Thiego e Pedro Beda entre os titulares, nos lugares de Titi e Gabriel, respectivamente.

Dupla Ba-Vi terá concorrência real no Baianão

Por: Luciano Pina
Fonte: A Tarde


Atacante João Neto, artilheiro do Bahia de Feira, foi um dos destaques do Torneio Início e promete repetir atuação no Estadual

Em sua primeira edição realizada no já distante dia 11 de abril de 1932, o Torneio Início tinha como intuito “apresentar ao torcedor os “artistas da bola” que iriam desfilar no Estadual daquele ano”, segundo informa edição de A Tarde da época. No último domingo, 9, após uma pausa de 30 anos, a competição retornou e, de fato, cumpriu com seu objetivo.

Exceção da dupla Ba-Vi, que atuou com time misto e sub-20, respectivamente, as dez agremiações do interior colocaram o que de melhor utilizarão no Estadual 2011. Quem pôde ir ao estádio de Pituaçu, certamente, viu despontar dois times com qualidades suficientes para brigar de igual para igual com os favoritos da capital e sonhar com o título estadual: Bahia de Feira e Vitória da Conquista.

Coincidência à parte, foram eles que protagonizaram a final do torneio, sendo o Tremendão o grande vencedor. Para o presidente do time feirense, Thiago Souza, o título coroa a boa preparação, mas ainda é insuficiente para as pretensões da equipe. Ex-Bahia, o zagueiro Rogério, agora do Vitória da Conquista, fez questão de pregar respeito aos adversários, mas garante que o Bode vai dar trabalho.













comercial tommacon



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia